Polêmica após dados

Via Varejo divulga dados de vendas não-auditados após postagem por engano impulsionar ação; CVM investigará caso

Em fato relevante, a Via Varejo informou que as mensagens no Twitter não foram autorizadas e por essa razão fora retiradas do ar

arrow_forwardMais sobre
loja casas bahia shopping via varejo
(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu um processo administrativo para investigar a divulgação, pela Via Varejo (VVAR3), de mensagens no Twitter que mostraram números fortes das vendas da varejista entre maio e junho em determinadas categorias de produtos na plataforma de e-commerce.

Normalmente essas informações são repassadas ao mercado por meio de fato relevante.

Essa divulgação impulsionou os papéis da empresa negociados na B3, que subiram 7,35% no pregão desta segunda-feira, a R$ 21,17.

Aprenda a investir na bolsa

A CVM destacou em comunicado à imprensa: “Esclarecemos que aplicam-se às divulgações realizadas em mídias sociais as mesmas regras previstas nas normas que tratam da divulgação de informações, notadamente as que disciplinam a divulgação de informações relevantes e estabelecem regras gerais sobre conteúdo e forma das informações que os emissores devem observar”.

De acordo com as publicações na conta da Via Varejo, dona das Casas Bahia e do Ponto Frio, no Twitter, as vendas da “games e câmeras, com itens como controles, drones e câmeras semiprofissionais” tiveram um aumento de mais de 2.500% em maio e junho frente ao mesmo período de 2019.

No caso dos televisores, a empresa afirmou na postagem que houve aumento de cerca de 1.900%. Essas mensagens foram posteriormente excluídas.

Em fato relevante, a Via Varejo informou que as mensagens no Twitter não foram autorizadas e por essa razão fora retiradas do ar assim que a área de relações com investidores tomou conhecimento.

A companhia também soltou os dados de desempenho das vendas em maio e junho.

Durante a madrugada, contudo, a companhia comunicou que, de forma a assegurar a disseminação isonômica de informação correta e precisa aos seus acionistas e ao mercado em geral, optou por divulgar o percentual de crescimento de vendas da empresa a consumidores finais no canal online de forma excepcional.

PUBLICIDADE

Ela salientou que os dados são gerenciais e não auditados, tratando-se do período comparativo de 03 de maio a 23 junho de 2019 ante 01 de maio a 21 de junho de 2020.

Confira abaixo:

 

Aprenda a identificar as ações com maior potencial de valorização: assista à série gratuita Stock Picking – A Habilidade mais Valiosa do Mercado