"VIIA3"

Via muda de código na Bolsa a partir do dia 16 e não usará mais o nome “Via Varejo”

Mudança de marca pela companhia foi anunciada em abril deste ano, com o objetivo de "ir além do varejo"

Novo logo Via, ex-Via Varejo (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO – A Via (VVAR3) (antiga Via Varejo) anunciou nesta sexta-feira (6) que aprovou em assembleia geral extraordinária a mudança oficial do nome da companhia para Via S.A., mudando também o código de negociação na B3.

Desta forma, a partir de 16 de agosto, as ações “VVAR3” passarão a ser negociadas sob o novo código “VIIA3” e o nome do pregão passará a ser apenas “Via”, em substituição à “Via Varejo”.

“O novo posicionamento da marca institucional, nova assinatura corporativa e agora a alteração do ticker para VIIA3, reforçam a estratégia de ser reconhecida como ‘a melhor Via de compras de todos os brasileiros, onde, quando e como eles quiserem’ e ir muito além do varejo”, escreve a companhia, em comunicado aos acionistas.

A mudança de marca pela companhia foi anunciada em abril deste ano, com o objetivo de “ir além do varejo”, o que se traduziu em mudanças no logo, cores e em um novo posicionamento.

“No último ano, a empresa se reinventou, rompeu e unificou as barreiras físicas e digitais das lojas, sites e aplicativos, também se associou a startups que deram ainda mais velocidade ao sistema logístico e tecnológico, rejuvenesceu a marca Casas Bahia e mudou todo a plataforma de marketplace”, afirmou na época Roberto Fulcherberguer, CEO da Via, em comunicado.

Leia também:
Via Varejo muda marca para Via para ir “além” e adota metas ambiciosas: qual o impacto para o setor?

Antes disso, a empresa já havia anunciado que a marca Pontofrio passaria a ser chamada apenas de Ponto :>, com a nova fase focada em tecnologia, com a “essência de romper o óbvio por meio de uma comunicação divertida, simples e digital”, disse a empresa.

De acordo com Fulcherberguer, o Ponto :> vai se conectar com os jovens e com as classes A e B: “ele vai agregar muito do que existe nas redes sociais. Temos mais de 20 mil vendedores e nosso desafio era transformar isso em online, o que conseguimos na pandemia à força”.

Em julho, a Via anunciou que pretende chegar até o fim de 2021 com cerca de 120 novas lojas físicas, média de 20 inaugurações por mês até novembro.

PUBLICIDADE

Segundo a companhia, destas novas lojas, 90 estarão nas regiões Norte e Nordeste. Além disso, apenas no Pará, onde possui cerca de 2,6 milhões de metros quadrados de lojas, a previsão é inaugurar 50 lojas nos próximos dois meses, das quais 48 já estão com locações contratadas.

A Via divulga seus resultados referentes ao segundo trimestre na próxima quarta-feira (11), após o fechamento do mercado.

Nesta sexta, as ações VVAR3 operavam próximas da estabilidade por volta das 11h10, com leve alta de 0,7%, negociadas a R$ 12,25.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se grátis e participe.