100 mil vendedores

Via aponta crescimento “acelerado” no 3º trimestre e reforça estratégias para o ano: “2021 será o ano do marketplace”

Dados divulgados pela empresa em fato relevante são gerenciais, preliminares e não auditados

SÃO PAULO – O ano de 2021 será o do marketplace. Ao menos essa é a expectativa da Via, antiga Via Varejo,  (VIIA3), que diz estar surfando bem o cenário de aumento da demanda.

Em fato relevante divulgado nesta terça-feira (21), a companhia destaca seu desempenho ao longo do terceiro trimestre deste ano, com crescimento “acelerado” no volume bruto de mercadorias (GMV, na sigla em inglês) das vendas digitais, além de ganho de participação de mercado.

Entre os destaques no ano, a Via afirma que conseguiu sair de um patamar de cerca de 10 mil vendedores para 100 mil em um prazo de nove meses, superando a estimativa inicial de alcançar até 90 mil em 2021.

A estratégia de “Key Accounts” (ou contas-chave) também segue evoluindo de forma acelerada, segundo a empresa, com a entrada de importantes marcas nos últimos meses, que devem impulsionar ainda mais a evolução do GMV.

Além disso, itens de cauda longa (que são mais rentáveis no longo prazo) seguem em forte crescimento no trimestre em comparação com o mesmo período de 2020, escreve a Via, com destaque para categorias de alta recorrência como bebidas (alta de 567% ano sobre ano); produtos automotivos (alta de 378% ano sobre ano); produtos para pets (alta de 230% a/a); itens de casa e construção (alta de 130% a/a); e produtos de beleza e saúde (alta de 120% a/a).

É importante frisar que os dados divulgados pela empresa são gerenciais, preliminares e não auditados.

“Seguimos empenhados na construção do nosso marketplace com a entrada de novos serviços até o final do ano, tais como: oferta de crédito para os sellers e os clientes do sellers; receita de serviço de marketing e treinamento específico para os vendedores (Academia Via)”, escreve a Via.

Do ponto de vista da logística, a Via afirma que seu serviço Envvias já abrange 60% dos sellers que utilizam a plataforma e cerca de 20% dos pedidos de 3P já rodam em malha própria, com expectativa de aumento deste percentual até o final do ano.

PUBLICIDADE

Atualmente, 30 lojas já funcionam como ponto de apoio de coleta para produtos de 3P e a Via estima ampliar essa rede para 100 lojas até dezembro.

“O aumento no número de sellers e SKUs posicionam o marketplace da Via para disputar a liderança de mercado. Adicionalmente, nosso marketplace será turbinado pela oferta de serviços de crédito e soluções financeiras, retroalimentando nosso ecossistema, gerando maior recorrência, fidelização dos clientes e aumento do LTV (valor do tempo de vida do cliente). A robusta operação de 1P da Via combinada com a mudança de patamar do nosso marketplace em 2021 amplia nossas frentes de atuação para muito além do varejo”, escreve a Via, no fato relevante.

Conheça o plano de ação da XP para você transformar os desafios de 2022 em oportunidades de investimento.