Barômetro do Poder

Vaza Jato tem impacto relevante sobre futuro político de Moro, mas baixo sobre governo Bolsonaro

Ex-juiz da Lava-Jato participa de audiência pública, nesta terça-feira, com parlamentares membros de três comissões da Câmara dos Deputados

Jair Bolsonaro e Sérgio Moro
(Reprodução Twitter/Sérgio Moro)

SÃO PAULO – Três semanas após o começo da divulgação de mensagens privadas trocadas com membros da força-tarefa da Operação Lava-Jato, o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) ainda sofre com os efeitos políticos do episódio. Na avaliação de analistas políticos, não será simples virar a página.

Nesta terça-feira (2), o ex-magistrado participa de audiência pública com parlamentares membros de três comissões da Câmara dos Deputados. Para os especialistas, o caso ainda deverá ter impactos moderados sobre o futuro político do ex-juiz federal e figura pública com maior popularidade no país.

É o que mostra a sexta edição do Barômetro do Poder, iniciativa do InfoMoney que compila mensalmente as avaliações e projeções de algumas das vozes mais respeitadas pelo mercado sobre temas relacionados à política nacional. O levantamento foi feito entre os dias 26 e 28 de junho.

PUBLICIDADE

Leia também:

Base teórica de Bolsonaro no Congresso cai 50% em 6 meses
– Analistas veem Previdência de R$ 740 bi, mas duvidam do calendário de Rodrigo Maia

A edição de junho da pesquisa mostra que 55% das 11 casas de análise política que responderam a este questionamento veem impacto “moderado” do episódio sobre a carreira política do ministro. Outros 45% estimaram o efeito do caso como “alto”. Uma das casas optou por não responder à indagação.

Gráfico 1: Analistas estimam impacto da Vaza Jato sobre Sérgio Moro

vazajato0207a

Já quando questionados sobre os impactos dos vazamentos sobre o governo Jair Bolsonaro (PSL), os analistas estimam efeito mais brando. Para 67% dos analistas consultados, o peso do caso sobre a atual administração é “baixo”. Outros 8% apontam potencial “muito baixo” de estrago, contra 25% de avaliações de risco “moderado”.

Gráfico 2: Analistas estimam impacto da Vaza Jato sobre o governo Bolsonaro

PUBLICIDADE

vazajato0207b

Participaram desta edição do Barômetro nove casas de análise política (BMJ Consultores, Control Risks, Eurasia Group, MCM Consultores, Medley Global Advisors, Prospectiva Consultoria, Pulso Público, Tendências Consultoria e XP Política) e três analistas independentes (Antonio Lavareda, Carlos Melo e Thomas Traumann). Conforme combinado com os colaboradores, os resultados são divulgados de forma agregada.

Quer receber as próximas edições do Barômetro do Poder antecipadamente? Insira seu e-mail abaixo e receba com exclusividade o relatório com as projeções das principais casas de análise política do país: