Mineradora divulga balanço

Vale vê lucro subir 192% e chegar a US$ 2,9 bilhões no terceiro trimestre

A expectativa era de um lucro de US$ 3,656 bilhões, de acordo com estimativa mediana dos analistas compilada pela Refinitiv

Navio da Vale
(Divulgação)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Vale (VALE3) registrou lucro de US$ 2,908 bilhões no terceiro trimestre de 2020, informou a companhia nesta quarta-feira (28), uma alta de 192% ante o lucro de US$ 995 milhões do segundo trimestre e de 76% sobre os US$ 1,654 bilhão do mesmo período do ano passado.

expectativa era de um lucro de US$ 3,656 bilhões, de acordo com estimativa mediana dos analistas compilada pela Refinitiv.

Segundo a mineradora, o melhor resultado se deu principalmente ao maior Ebitda no trimestre e à melhora no resultado de participações, já que no segundo trimestre foi fortemente impactado pelas provisões de despesas futuras com Samarco e Fundação Renova.

Aprenda a investir na bolsa

“Os efeitos positivos foram parcialmente compensados por maiores despesas financeiras, principalmente devido a maior marcação a mercado das debêntures participativas e a reavaliação do valor justo das garantias financeiras emitidas pela Vale”, explicou a empresa.

Entre os destaques do período, a companhia apontou que o Sistema Norte atingiu um recorde de produção trimestral de 56,9 milhões de toneladas, enquanto os Sistemas Sul e Sudeste melhoraram o desempenho em todas as unidades operacionais, especialmente no Complexo Itabira e no site de Timbopeba, que operou por um trimestre completo após o retorno em junho, e com a retomada na mina de Fazendão em julho.

Já a receita líquida com vendas atingiu US$ 10,762 bilhões entre julho e setembro, um avanço de 43% em relação o segundo trimestre, enquanto na comparação anual, a alta foi de 5%.

Enquanto isso, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado teve alta de 80% entre o segundo e terceiro trimestres, chegando a US$ 6,095 bilhões. O dado também registrou avanço de 26% sobre os US$ 4,603 bilhões de Ebitda do mesmo período de 2019.

De acordo com a mineradora, estes números do Ebitda incluem US$ 129 milhões de despesas relacionadas a Brumadinho e de doações relacionadas à Covid-19, além de iniciativas de suporte ao combate a pandemia, no total de US$ 6,095 bilhões.

A dívida líquida, por sua vez, encerrou o terceiro trimestre em US$ 4,474 bilhões, uma leve melhora ante os US$ 4,697 bilhões do trimestre anterior. No mesmo período do ano passado, a dívida da empresa era de US$ 5,321 bilhões.

Minério de ferro

PUBLICIDADE

O preço médio de referência do minério de ferro (do tipo 62% Fe) foi de US$ 118,2 por tonelada métrica seca (dmt) no terceiro trimestre, 27% superior ao período entre abril e junho, “depois que a demanda chinesa reagiu fortemente aos estímulos governamentais e distúrbios na cadeia de fornecimento levando à preços mais altos durante o trimestre pela disponibilidade reduzida de minério de ferro”.

O índice MB65% médio foi US$ 119,2/dmt no período, 19% superior trimestre anterior. “Apesar da queda, o spread entre o preço de referência 62% Fe e o MB65% Fe se recuperou ao longo do trimestre, encerrando setembro em torno de US$ 12/t”, disse a mineradora.

Sobre a oferta e demanda, a Vale explicou ainda que a produção de aço da China atingiu seu recorde, chegando a 92,5 milhões de toneladas em setembro.

Enquanto isso, ocorreu uma longa fila de navios na costa chinesa, “com alto de volume de minério de ferro armazenado nos navios, tornando-o inacessível para a indústria siderúrgica chinesa, o que levou as companhias siderúrgicas a pagar altos preços por todas as especificações para manter a produção em patamares elevados”.

Quer descobrir como alguns investidores conseguem rentabilidades maiores que as suas? Assista de graça ao treinamento do professor Leandro Rassier para o InfoMoney