mercado em queda

Vale e bancos aceleraram perdas e Ibovespa sinaliza correção antes da “super-quarta” do Fed

Investidores aguardam as sinalizações de Janet Yellen sobre o futuro da política monetária dos EUA

SÃO PAULO – Pressionado pelas ações da Vale (VALE3) e pelos bancos, o Ibovespa enfrenta processo de realização de lucros nesta nesta terça-feira (19) e às 11h00 (horário de Brasília) registrava baixa 0,46%, aos 75.634 pontos, com os investidores na expectativa pela reunião de política monetária do Federal Reserve. No front doméstico, atenção aos desdobramentos políticos envolvendo a segunda denúncia de Michel Temer e a possibilidade de revisão da meta fiscal deste ano.

A reunião do Fomc irá ocorrer na próxima quarta-feira (20) às 15h00, contando também com as novas projeções econômicas dos membros do BC. Às 15h30, Janet Yellen fará uma coletiva para comentar a decisão, o que alimenta a expectativa de novos indícios sobre o futuro da política monetária sejam anunciados. A expectativa é de que será sinalizada a redução gradual do balanço patrimonial – política de compra de títulos – e reforçado que o aumento dos juros deve ocorrer somente ano que vem.

PUBLICIDADE

No mesmo momento, os juros futuros com vencimento em janeiro de 2019 e 2021 operam próximos da estabilidade, cotados a 7,43% e 8,91%, respectivamente. O dólar futuro com vencimento em outubro registrava desvalorização de 0,29%, aos 3.134 pontos, à espera pela rolagem de 12.000 contratos de swap cambial pelo BC a partir das 11h30.

Destaques do mercado

Na ponta negativa, destaque para as ações da Vale, que recuam acompanhando o minério de ferro, e os papeís da Itaú Unibanco (ITUB4). Do outro lado, as ações da JBS se recuperam após a forte queda na véspera com as primeiras medidas do novo presidente da companhia, José Batista Sobrinho (veja mais aqui).

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

C?d.AtivoCot R$% Dia% AnoVol1
 NATU3 NATURA ON34,21-2,03+49,3711,94M
 TAEE11 TAESA UNT N222,85-1,93+16,313,37M
 CYRE3 CYRELA REALTON14,57-1,55+42,891,56M
 VALE3 VALE ON33,77-1,40+45,2276,23M
 MULT3 MULTIPLAN ON N276,22-1,35+29,443,10M

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

C?d.AtivoCot R$% Dia% AnoVol1
 QUAL3 QUALICORP ON ED37,97+2,40+103,606,70M
 SUZB5 SUZANO PAPELPNA18,72+1,96+35,376,83M
 KROT3 KROTON ON19,79+1,49+51,6112,08M
 TIMP3 TIM PART S/AON11,79+1,29+51,475,15M
 JBSS3 JBS ON8,59+1,06-24,4112,09M
* – Lote de mil a??es
1 – Em reais (K – Mil | M – Milh?o | B – Bilh?o)

Agenda de indicadores e risco fiscal

A agenda desta terça-feira é esvaziada no Brasil, mas o mercado segue de olho nos indicadores que vão sair nesta semana. Dois novos dados de agosto previstos para sair nos próximos dias podem reforçar sentimento de melhora gradual da economia, conforme aponta a Bloomberg. O Caged tem estimativa de criação de 60 mil empregos, no que seria o quinto mês positivo seguido, enquanto a arrecadação tem estimativa de R$ 98,5 bilhões, abaixo dos R$ 109,9 bilhões de julho, mas 7,3% acima dos R$ 91,8 bilhões de agosto de 2017.

Contudo, apesar dos sinais de melhora da economia, o jornal O Globo informa que a equipe econômica já vê risco de não cumprir nova meta fiscal deste ano. O maior problema continua sendo o leilão de usinas da Cemig, alvo de disputa judicial entre União e governo de Minas Gerais, diz o jornal. 

PUBLICIDADE

Cenário político

Na agenda política, a Câmara dos Deputados tentará mais uma vez avançar na discussão das propostas de reforma política que tramitam na Casa. Nesta terça-feira, o plenário volta a analisar a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 77/03, que institui um novo sistema eleitoral e um fundo público para financiar as campanhas.  A proposta já está há algumas semanas no plenário, mas não encontra consenso entre as principais bancadas. 

Na agenda de Temer, o presidente  faz hoje o discurso de abertura da 72ª Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), em Nova York, seguindo a tradição de o Brasil ser o primeiro a ter a palavra desde 1947. Ainda falando sobre o presidente, segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha, o STF estuda enviar denúncia contra Temer de volta à PGR. Se isso ocorrer, caberá à nova procuradora-geral, Raquel Dodge, revisar o trabalho de Rodrigo Janot.

Pesquisa de popularidade de Temer
Em destaque, a CNT (Confederação Nacional do Transporte) divulgará às 11h00 pesquisa realizada em conjunto com a MDA com avaliações do governo federal e cenários sobre as eleições de 2018, além da opinião dos pesquisados sobre a reforma política e a operação Lava Jato. 

Bolsas mundiais

A manhã é de relativa tranquilidade para os principais mercados mundiais, com as bolsas europeias oscilando entre leves altas e baixas, enquanto o S&P futuro tem leve viés positivo, com os investidores à espera da decisão do Federal Reserve.

Na China, a sessão foi de baixa com a cautela prevalecendo diante do potencial aperto de liquidez antes do feriado do Dia Nacional e também em meio à baixa do minério de ferro: tanto em Dalian quanto em Qingdao, a sessão foi de baixa após a Austrália advertir sobre o excesso de oferta da commodity. Já o petróleo sobe e passa de US$ 50 após o Iraque ampliar a perspectiva de nova ação da Opep para reduzir oferta global.

Às 10h51, este era o desempenho dos principais índices:

*S&P 500 (EUA) +0,01%

*Dow Jones (EUA) +0,08%

*Nasdaq (EUA) -0,06%

*CAC-40 (França) +0,14%

*FTSE (Reino Unido) +0,30%

*DAX (Alemanha) -0,11% 

*Hang Seng (Hong Kong) -0,38% (fechado)

*Xangai (China) (fechado) -0,18% (fechado)

*Petróleo WTI +0,66%, a US$ 50,24 o barril

*Petróleo brent +0,40%, a US$ 55,70 o barril

*Minério de ferro spot (à vista) no porto de Qingdao, na China, -4,05%, a US$ 68,85 a tonelada

*Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa chinesa de Dalian -1,39%, a 498 iuanes