Pandemia

Unidade de Colorado da JBS USA ficará fechada por um tempo por coronavírus, diz governador

Pelo menos 50 pessoas nas instalações da JBS no Condado de Weld, no Colorado, deram positivo para o coronavírus

Fábrica da JBS
(divulgação)
Aprenda a investir na bolsa

A JBS (JBSS3) fechará suas instalações de carne bovina em Greeley, Colorado, nos Estados Unidos, “por um tempo” em meio a um surto de coronavírus entre os funcionários da fábrica, segundo o governador do estado Jared Polis.

A JBS USA, unidade americana do frigorífico brasileiro, disse que manterá a unidade fechada até 24 de abril e que seguirá pagando salários dos funcionários enquanto a unidade estiver fechada.

Pelo menos 50 pessoas nas instalações da JBS no Condado de Weld, no Colorado, deram positivo para o coronavírus, disseram autoridades sindicais na sexta-feira, acrescentando que dois funcionários morreram devido a complicações relacionadas ao Covid-19.

Aprenda a investir na bolsa

Além da JBS, outros frigoríficos foram atingidos pelo avanço do coronavírus nos Estados Unidos: a Cargill registrou 160 casos nos seus trabalhadores em uma planta na Pensilvânia, enquanto a SmithField Foods registrou 190 casos em uma planta de abate de suínos em Dakota do Sul. Cargill e SmithField fecharam os frigoríficos.

A XP Investimentos informou que monitora de perto a situação nos EUA. “Embora a preocupação tenha de fato aumentado, acreditamos que o governo dos EUA está trabalhando em estreita colaboração com a empresa para evitar a escassez de alimentos no país”, comentou.

A XP avalia que a JBS pode deslocar a produção para outras plantas nos Estados Unidos e a empresa possui um balanço sólido, que deve permitir à empresa atravessar o cenário turbulento de curto prazo.

“Finalmente, a disponibilidade de gado permanece alta nos Estados Unidos. Mesmo em um cenário em que o consumo de carne bovina migre para proteínas mais baratas como carnes suína e de aves, a JBS também está bem posicionada nesses segmentos”, avaliou a XP, que mantém a recomendação de compra para as ações da JBS.

Também no Brasil

A JBS também sofre com o problema no Brasil. Dois funcionários da unidade Seara da JBS (JBSS3) em Ipumirim (SC) testaram positivo para a Covid-19, segundo o prefeito de Concórdia (SC), Rogério Pacheco, do município onde os pacientes estão internados.

Os casos positivos para Covid-19 são uma mulher de 51 anos, moradora de Concórdia, e um homem de 38 anos, residente em Ipumirim.

PUBLICIDADE

Instalada em Ipumirim desde 1995, a unidade da Seara opera com abate e corte de aves, além de contar com uma fábrica para produção de ração animal.

Em comunicado, a JBS afirmou que tem tomado todas as medidas para garantir a máxima segurança e prevenção de seus colaboradores. “As ações seguem as determinações dos órgãos de saúde como a Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde e contam ainda com a consultoria clínica de médicos especializados contratados pela empresa para a total adoção das melhores práticas.”

A companhia disse que, em eventual caso de contágio, afastará o colaborador de suas atividades, e adotará um protocolo que prevê total desinfecção e sanitização das áreas comuns e do local em que o profissional trabalha.

Dentre as medidas preventivas que estão sendo adotadas nas unidades, a JBS afirmou ter afastado colaboradores que fazem parte do grupo de risco, como gestantes e pessoas com mais de 60 anos.

Além disso, informou que está ampliando as frotas dos ônibus que fazem o transporte dos colaboradores e intensificando a higienização e desinfecção dos veículos no intervalo das viagens. Há controle de temperatura de todos os colaboradores nas entradas dos turnos, além de vacinação gratuita para gripe H1N1 para 100% dos colaboradores.

Como se tornar um trader consistente? Aprenda em um curso gratuito os set-ups do Giba, analista técnico da XP, para operar na Bolsa de Valores!

(Com Bloomberg e mais agências)