União abriu mão de R$ 42 bilhões em subsídios em 1999

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

A Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda divulgou hoje um estudo sobre renúncias fiscais e subsídios da União no ano de 1999. Segundo o relatório, o governo brasileiro concedeu cerca de R$ 42 bilhões em subsídios, explícitos e implícitos, e em renúncia fiscal durante o ano, o equivalente a 4% do PIB. Deste total, 14% foi destinado ao desenvolvimento regional (Finam, Sudam, Zona Franca de Manaus, etc.); 28% às políticas sociais (deduções e isenções do IR, previdência, entidades filantrópicas, etc.); e 58% às políticas setoriais.
Dentro do último item, os recursos foram destinados principalmente ao comércio exterior (59%), através dos créditos presumidos de PIS/Cofins e de IPI dados às firmas exportadoras, suspensão dos impostos de importação sobre insumos a serem utilizados em bens para exportação, e free shops. Além do comércio exterior, foram destinados recursos à industria (21%), setor de serviços (12%) e agricultura (8%).

Compartilhe