Fato real

Uma cartilha emprestada do PSDB

O PT criticava as privatizações dos tucanos. Agora, com Joaquim Levy segue a mesma rota

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

O novo velho governo petista da presidente Dilma Rousseff faz o possível para que sua administração se pareça ao máximo com o da PSDB.

Colocou no comando da política econômica um capitalista genuíno, uma vez que o economista heterodoxo Guido Mantega não deu conta do recado. 

Agora, Dilma anuncia um plano de privatizações talvez como nunca se viu antes na história desse nosso país.

Aprenda a investir na bolsa

É bom lembrar que, quando na oposição ao PSDB, o PT fez o diabo para impedir as privatizações que, segundo o Lula, criador de Dilma, iria quebrar o Brasil.

Pois agora aí está o PT com um programa de privatizações de quase R$ 200 bilhões. Uma primeira tentativa foi um fracasso, por causa dos ranços estatizantes.

Segundo alguns economistas, muitos dos projetos anunciados são apenas requentados de planos anteriores e outros estão fadados a não sair do papel. Coisas a conferir.

Portanto, o PT para privatizar de fato de estradas e aeroportos, passando por portos e ferrovias, pediu emprestada a cartilha de Fernando Henrique Cardoso.

Mas para disfarçar, não gosta de chamar de privatização. Prefere o eufemismo “concessão”. Pouco importa, desde que funcione.

Mario Marinho, jornalista

PUBLICIDADE