Último dado divulgado antes do corte do juro pelo FED mostrava desaceleração da economia

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

Os gastos com construção civil nos Estados Unidos caíram 0,6% no mês de novembro, na primeira queda em quatro meses, contrariando expectativas de estabilidade nos gastos. É mais um dado que comprova o rápido desaquecimento da economia dos EUA e a redução da propensão ao consumo, influenciada pela volatilidade nos mercados de ações, menor índice de confiança do consumidor e aumento nos preços dos combustíveis.

O principal motivo para a queda em novembro foi a redução de 2,1% nos dispêndios em projetos do governo, em residências e estradas. Por outro lado, os gastos militares subiram no período. No setor privado a queda foi de 0,1%, impactado pelo declínio de 1,5% no setor residencial. Os dispêndios com reformas e melhorias de residências tiveram redução de 6,3%, enquanto os dispêndios com novas residências subiu 0,3%.
Este foi o último dado sobre a economia dos EUA divulgado antes da redução de 0,5 ponto percentual nos juros anunciada há instantes pelo FED. A taxa básica de juros da economia norte-americana foi reduzida de 6,5% para 6,0% ao ano.

Compartilhe