Turistas pagam até US$ 14 mil diários por luxo durante hospedagem

No Brasil, uma noite romântica sai por R$ 2.800. Uma suíte com vista para a praia de Copacabana custa R$ 5.300

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – Classificado como 7 estrelas, o Burj Al Arab, em Dubai, nos Emirados Árabes, é hoje o hotel mais luxuoso da face da terra.

Com diárias que chegam a custar US$ 14 mil e diversos diferenciais – como servir qualquer coisa que o hóspede quiser, mesmo que não tenha no cardápio e eles precisem buscar em qualquer lugar do mundo – o hotel aparece na lista de um dos mais respeitados portais de viagem de luxo, o Luxury Link, que anualmente seleciona os hotéis mais luxuosos do mundo baseados nos quesitos: serviços, estrutura, localização, características únicas e nível de luxo.

Serviços como este foram criados porque, com o crerscimento do setor de turismo – que em 2005 movimentou US$ 681,5 bilhões em todo o mundo – e o crescimento do número de hóspedes de luxo, os hotéis querem conquistar clientes a qualquer custo. Mesmo que os custos sejam bastante altos.

Luxo no Brasil

Segundo o ranking da Leading Hotels of the World, quatro dos hotéis mais luxuosos do mundo estão no Brasil. Um deles é o Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, e os outros três ficam em São Paulo: Fasano, o Emiliano e o L Hotel. Neste estudo os critérios avaliados são requinte, conforto e oferta dos melhores serviços para o hóspede.
O Copacabana Palace oferece ao hóspede uma suíte com vista para o mar ao custo de R$ 5.300/dia.

O Hotel Fasano oferece uma suíte de 115 metros quadrados, com vista panorâmica, roupas de cama em algodão egípcio (com menu de travesseiros), três banheiros de mármore branco e uma banheira com luz natural por R$ 2.850 por dia (mais 5% de ISS e R$ 6,00 de taxa turismo).

No Emiliano, uma diária para Noite de Núpcias sai por R$ 2.195, num quarto de 2 ambientes, com direito a uso do ofurô, massagem de 15 minutos, champagne e um colar de cristais Swarovski. No L Hotel, um final de semana na suíte principal, sai por R$ 1.850.

Ser diferente custa caro

Nos últimos anos o setor hoteleiro começou investir em hotéis inusitados, para propiciar experiências únicas aos seus hóspedes.

O Ariaú Amazon Towers Hotel é um deles. Construído sobre palafitas ao nível das copas das árvores, têm em seu complexo 8 torres incrustadas sobre a Selva Amazônica garantindo uma vista fascinante. O pacote de dois dias e uma noite para casal sai por R$ 1.564.

Em Jukkasjarvi, no norte da Suécia, a artista Julia Adzuki e seu marido Mark Szulgit criaram um hotel feito completamente de gelo e neve, com suítes e móveis, incluindo camas e cadeiras do mesmo material. Foram utilizados 100 milhões de litros de água neste projeto. Uma noite no hotel custa cerca de US$ 950.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outra novidade é o Poseidon Resorts que, a partir de 2008, oferecerá aos hóspedes a oportunidade de passar uma semana em um hotel submarino, cinco estrelas, onde 60% das instalações terão paredes e tetos transparentes. Localizado a 12 metros de profundidade nas águas cristalinas das ilhas Fiji, o hotel se comunicará com a superfície através de um píer que levará a dois elevadores. Com 22 suítes, o Poseidon terá como destaque o restaurante, que fará um giro de 360 graus a cada 40 minutos. Uma semana no hotel custará US$ 15 mil.

Compartilhe