Mais uma fusão?

Trio da Ambev quer comprar maior fabricante de destilados do mundo; ação sobe 8% em NY

Segundo informações da Veja, Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira estudam a compra da Diageo, dona de marcas como Johnnie Walker, Smirnoff, e Ciroc

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O trio de brasileiros da Ambev (ABEV3), Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira, estão em estágio inicial de estudo para comprar a Diageo, segundo informações de Lauro Jardim, colunista da Revista Veja. A empresa britânica é a maior fabricante de bebidas destiladas do mundo é dona de marcas como Johnnie Walker, Smirnoff, Guinness, Ciroc e José Cuervo.

Os papéis dispararam 7,96% neste pregão, a US$ 118,02, na maior valorização desde outubro de 2008. Um porta-voz de Lemann, contudo, negou as informações. Apesar da forte alta de hoje, os ativos da companhia acumulavam queda no ano 4,2% até a última quinta-feira. Vale mencionar que as bolsas europeias já estavam fechadas no horário que a notícia começou a correr. Lá, os papéis encerraram o pregão desta sexta-feira em queda de 1,09%, a 1.762,52 libras. 

O rumor agitou os investidores nos instantes finais do pregão em Wall Street. Os ADS (American Depositary Shares) da Diageo passaram a subir mais de 6% a partir das 16h (horário de Brasília), momento em que a notícia começou a aparecer nos terminais de informação de bancos e corretoras, segundo um analista de mercado, que pediu anonimato.

Aprenda a investir na bolsa

A 3G Capital tem usado uma série de operações para expandir suas operações, tendo trabalhado muitas vezes com o megainvestidor Warren Buffett, da Berkshire Hathaway. A empresa de private equity orquestrou um acordo no ano passado para combinar o Burger King com a Tim Hortons, uma cadeia do tipo fast food conhecido por seus cafés e donuts. A empresa de Lemann havia se juntado anteriormente com a Berkshire para adquirir a Heinz e agora está se fundindo com a Kraft Foods Group. 

Lemann e seus sócios também têm lucrado com a consolidação na indústria de bebidas alcoólicas. Eles uniram cervejeiros da América Latina, em seguida, construíram uma fusão de US$ 11 bilhões com a belga Interbrew NV, em 2004. Seguiram em 2008 com a união de US$ 52 bilhões com a Anheuser-Busch para formar a maior fabricante de cervejas do mundo. 

A Diageo, que tem base em Londres, tem um valor de mercado de aproximadamente US$ 68 bilhões. Procurada pela Bloomberg, a companhia não retornou comentários até a publicação da reportagem.