TIM (TIMS3) distribuirá R$ 655 mi em JCP, TCU revoga medida que impedia Petrobras (PETR4) de alterar estatuto e mais

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta quinta-feira (7)

Felipe Moreira

Publicidade

O radar corporativo desta quinta-feira (7) traz a distribuição de R$ 655 milhões a título de juros sobre capital próprio (JCP) por parte da TIM (TIMS3) e que o Tribunal de Contas da União (TCU) revogou medida que impedia Petrobras (PETR4) de alterar estatuto.

A 3R Petroleum (RRRP3) e a Locaweb (LWSA3) anunciaram mudanças acionárias relevantes na noite passada. Enquanto isso, o conselho da Allied Tecnologia (ALLD3) aprovou a 6ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no montante total de até R$ 225 milhões.

Já a Cyrela (CYRE3) aprovou dividendos intermediários no valor de R$ 125 milhões.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A Smartfit (SMFT3) aprovou distribuição de JCP no montante de R$ 59,4 milhões.

Controlada da Alupar (ALUP11): venceu leilão de projeto na Colômbia.

A Moura Dubeux (MDNE3) arrematou imóvel onde funcionava Othon Palace em Salvador por R$ 82,6 mi

Continua depois da publicidade

Confira mais destaques:

TIM (TIMS3)

O conselho de administração da TIM (TIMS3) aprovou a distribuição de R$ 655 milhões a título de juros sobre capital próprio (JCP), equivalentes a R$ 0,270594175 por ação.

O pagamento ocorrerá até o dia 23 de janeiro de 2024, sendo a data de 21 de dezembro de 2023 como aquela que servirá para identificar os acionistas com direito a receber tais valores.

Desta forma, as ações adquiridas após a referida data estarão ex-direito de distribuição de JCP.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras informou que, na última quarta-feira (6), foi notificada de decisão (Acordão 2518/2023) proferida pelo Plenário do Tribunal de Contas da União (TCU), que revogou a medida cautelar adotada pelo Ministro Relator do processo TC 037.414/2023-2, a respeito da Assembleia Geral Extraordinária para alterações em seu Estatuto Social, realizada em 30 de novembro de 2023 (AGE).

Desse modo, fica revogada a decisão do Ministro Relator no sentido de que, até a decisão de mérito do TCU, não seja levado a registro, na Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (JUCERJA), as alterações do caput do artigo 21 do Estatuto.

Assim sendo, a companhia providenciará o registro da ata da AGE junto à JUCERJA, nos termos aprovados na referida Assembleia.

3R Petroleum (RRRP3)

A Schroder Brasil, na qualidade de representante das empresas do Grupo Schroder, informa deter 11.577.212 ações ordinárias de emissão da Companhia, correspondente a 4,82% do capital social. Adicionalmente, a gestora informa deter contratos vendidos de derivativos equivalentes a 11.567.840 ações ordinárias de emissão da companhia, correspondente a 4,82% do capital social.

Locaweb (LWSA3)

A Locaweb comunicou que o acionista Moneda passou a deter 31.988.447 ações ordinárias da Companhia, atingindo participação acionária de 5,37% das ações ordinárias de emissão da Companhia.

Allied Tecnologia (ALLD3)

O Conselho de administração da Allied Tecnologia (ALLD3) aprovou a 6ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única, para distribuição pública sob rito de registro automático da companhia, no montante total de até R$ 225 milhões, com prazo de vencimento de 5 anos, contados da respectiva data de emissão, qual seja 15 de dezembro de 2028.

JHSF (JHSF3)

A JHSF Malls, controlada da JHSF, informou que a CVM deferiu o pedido de cancelamento do registro de emissor – Categoria A da companhia.

Dessa forma, a partir desta quarta-feira, a Companhia torna-se uma empresa de capital fechado. A decisão está alinhada com as regulamentações vigentes e as diretrizes estabelecidas pela CVM.

Invepar

A Invepar e a Monte Forte Holding Participações S.A. assinaram, na quarta-feira, Contrato de Compra e Venda de Ações para a venda, pela Invepar, do total da sua participação (92,92%) na Concessionária Litoral Norte (CLN).

Sabesp (SBSP3)

Em uma sessão esvaziada após confronto de Policiais Militares com manifestantes, a base aliada do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) aprovou na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) a privatização da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp; SBSP3).

Foram 62 votos a favor e apenas um contrário ao projeto enviado pelo governador de São Paulo. Eram necessários 48 votos para a aprovação.

Alupar (ALUP11)

A Alupar (ALUP11) informou que, nesta quarta-feira (6), sua controlada Alupar Colombia, venceu do leilão UPME 07/21 realizado na Colômbia.

O capex (investimentos) é da ordem de US$ 45,2 milhões, com uma receita anual permitida (RAP) de US$ 6,178 milhões.

Cyrela (CYRE3)

O Conselho de Administração da Cyrela (CYRE3) aprovou nesta quarta-feira (6) a distribuição de dividendos intermediários no montante total de R$ 125 milhões, sendo esse montante correspondente a R$ 0,3334039225 por ação ordinária de emissão da construtora, excluídas as ações em tesouraria.

Terão direito aos dividendos as pessoas inscritas como acionistas da companhia na data-base de 11 de dezembro de 2023.

O pagamento dos dividendos no Brasil será realizado em 18 de dezembro de 2023.

Smartfit (SMFT3)

O Conselho de Administração da Smartfit (SMFT3) aprovou nesta quarta-feira (6) o pagamento de Juros sobre Capital Próprio (JCP), no montante total bruto de R$ 59,4 milhões, correspondente ao valor de R$ 0,1013232943 por ação.

O pagamento do JCP será realizado em parcela única, no dia 21 de dezembro de 2023, sem que haja qualquer atualização monetária ou remuneração correspondente entre a data de declaração e de efetivo pagamento.

A data base para o direito ao recebimento do JCP (“record date”) será 11 de dezembro de 2023.

Moura Dubeux (MDNE3)

A Moura Dubeux (MDNE3) arrematou em leilão realizado em 5 de dezembro de 2023 o imóvel onde funcionava o Othon Palace Hotel, localizado no bairro de Ondina, na cidade de Salvador.

O imóvel foi arrematado pelo valor total de R$ 82,6 milhões.