Nova tentativa

Terra 2.0: criptomoeda desaba após lançamento de projeto de “renascimento”

Os tokens mais antigos agora foram convertidos em “LUNA classic” sob o código de negociação “LUNC”

Por  CoinDesk

O que foi anunciado pelo projeto Terra como um “renascimento” não parece ter começado muito bem no fim de semana, à medida que novos tokens (LUNA) foram emitidos e imediatamente caíram de preço.

Um elemento-chave do plano da Terra era entregar novos tokens LUNA (chamado de airdrop) aos detentores das stablecoins UST, que agora amargam grandes perdas, bem como aos detentores dos tokens LUNA mais antigos e existentes.

Os tokens mais antigos agora foram convertidos em “LUNA classic” sob o código de negociação “LUNC”.

No momento desta publicação, a capitalização de mercado desses tokens antigos era de cerca de US$ 700 milhões, muito abaixo dos cerca de US$ 40 bilhões a menos de dois meses atrás.

No entanto, não está totalmente claro para que os tokens LUNC serão usados, já que a maioria dos desenvolvedores da Terra agora deve mover a atividade para a cadeia de substituição recém-lançada – isto é, se eles não forem recrutados por outras blockchains.

Os novos tokens LUNA foram negociados inicialmente em 28 de maio por cerca de US$ 17, mas caíram logo depois, chegando a valer US$ 5,50 no domingo.

Nesta segunda-feira (30), o ativos operam em torno de US$ 6,65, com forte alta de 13% em 24 horas, mas ainda com queda de mais de 60% sobre o valor de lançamento.

No Twitter, alguns usuários reclamaram de estarem confusos com tudo, enquanto outros prometeram sacar imediatamente todo e qualquer token relacionado à Terra.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe