Temor de recessão assusta mercados dos EUA

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

Os mercados de ações dos EUA tiveram ontem uma reação até certo ponto inesperada após o anúncio da manutenção das taxas de juros pelo FED. O Nasdaq Composite, que operava em alta, fechou o pregão em queda de mais de 4%, assim como o Dow Jones, que passou de uma alta de mais de 1% para uma queda de mais de 0,5%.

No comunicado de ontem do FED, o que assustou os investidores foi a declaração de que o risco de recessão já é maior que o de inflação, o que certamente piora a perspectiva para as empresas. Os profit warnings das últimas semanas já deram mostras do efeito da desaceleração da economia sobre as empresas, com queda nas vendas e resultados menores que a expectativa, na maioria das vezes. Isso traz a perspectiva de corte nas taxas já no início do próximo ano, talvez já na nova reunião do FED, dia 31 de janeiro.

Nesta semana ainda há índices econômicos importantes para serem divulgados nos EUA, tais como o número de pedidos-desemprego, a taxa inflação no atacado (PPI) em novembro e a taxa de crescimento do PIB para o terceiro trimestre, ambos amanhã. Na sexta-feira, serão divulgados o índice de encomendas de bens duráveis e os rendimentos e gastos pessoais, ambos referentes a novembro. Tais índices devem confirmar a forte desaceleração da economia dos EUA, talvez encorajando o FED a cortar os juros já na próxima reunião.

Compartilhe