Teleco: brasileiros estão dispostos a pagar por namoro no celular

Presidente da Teleco acredita que serviços populares na Europa farão sucesso quando chegarem ao Brasil

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – Namorar pelo celular é uma realidade no Brasil, que deve se intensificar ainda mais nos próximos meses.

“Na Europa os celulares de terceira geração disponibilizam serviços iguais aos dos sites de relacionamento que existem no Brasil. Como essa tecnologia ainda não chegou aqui, as operadoras oferecem alguns serviços de paquera que são bastante utilizados. Mas no ano que vem, a tecnologia 3G já estará no País e aí essa modalidade de namoro deve se popularizar, mesmo que sejam serviços tarifados, já que hoje milhares de brasileiros não se importam de pagar para se cadastrar em sites de namoro”, afirma o presidente da Teleco, Eduardo Tude.

Uma pesquisa realizada pela Juniper Research, revelou que aplicações para namorar nos dispositivos móveis deve atingir 260 milhões de pessoas em 2012. Serviços britânicos de namoro pelo celular, como Match.com e Webdate, afirmam que os consumidores estão dispostos a pagar por estas tecnologias.

Cupido Virtual

De olho no público que acredita que todos os meios são válidos para paquerar, a operadora Vivo criou o serviço Vivo Cupido, que permite que usuários do produto efetuem buscas de pares compatíveis e limite os resultados dentro de um mesmo raio geográfico em que esteja inserido no momento. As informações incluem o sexo, a idade, o lugar onde mora e o signo do usuário, além de ser possível incluir uma frase de apresentação, um perfil ideal que gostaria de encontrar, a preferência sexual, a cor do cabelo, dos olhos, peso e altura.

O serviço chamado match making precisa ser habilitado pelo usuário para garantir a privacidade dos clientes. Para participar é preciso ter um aparelho compatível com o aplicativo Location Based Service (LBS). Atualmente são 18 modelos de telefones disponíveis.

Lançado em 2002, o Vivo Cupido tem uma base de mais de 500 mil usuários. Mensalmente são registrados cerca de 60 mil novos inscritos no serviço, que se unem aos assinantes já cadastrados, gerando uma média mensal de 2 milhões de mensagens.

Cada mensagem enviada por meio do serviço é tarifada em R$ 0,20, tanto para Vivo Pré quanto para Vivo Pós, em todo o território nacional.

Fingindo que namora

No entanto, também tem gente que paga para fingir que namora pelo celular. Pode parecer estranho, mas muitas pessoas estão dispostas a pagar para receber uma ligação falsa de um suposto namorado. A “manobra” pode servir para causar ciúmes em alguém, mostrar popularidade ou ainda escapar de uma situação chata.

Criado pela Claro, o serviço “Me Liga”, permite que o cliente envie um torpedo e, logo em seguida, receba uma ligação no celular com uma mensagem gravada que simulará uma conversa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para utilizar o serviço, o torpedo deve conter um texto indicando o tema da ligação: namorado, namorada, paquera homem, paquera mulher, chefe, amigo, engano e gringo, entre outras opções.

Para receber uma ligação de uma namorado fictício é preciso desembolsar R$ 0,95.

Compartilhe