Temporada de balanços

Tegma (TGMA3) registra lucro de R$ 18,8 milhões, queda de 6,8% no ano

Queda da lucratividade reflete, segundo a empresa, piora do setor automotivo por conta de escassez de semicondutores

Por  Felipe Moreira

A Tegma (TGMA3) registrou lucro líquido de R$ 18,8 milhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), o que representa uma redução de 6,8% em relação ao mesmo trimestre de 2021. Segundo a companhia, a queda reflete a piora do setor automotivo e do seu impacto no balanço – apesar da melhora da Divisão de Logística Integrada, da melhora da equivalência patrimonial e da melhora do resultado financeiro.

A receita líquida somou R$ 241,1 milhões entre janeiro e março deste ano, alta de 3,1% na comparação com igual etapa de 2021, impactada positivamente pela Logística Integrada, apesar da estabilidade da receita da Divisão Automotiva, mesmo com as dificuldades enfrentadas por esta última.

O lucro bruto totalizou R$ 39,1 milhões nos três primeiros meses de 2022, retração de 8,2% em relação ao mesmo trimestre de 2021. A margem bruta foi de 16,2%, queda de dois pontos percentuais na comparação anual.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) caiu 18,8% no 1T22, totalizando R$ 35,1 milhões. A margem Ebitda atingiu 14,6% no período, baixa de 3,9 pontos percentuais frente à margem registrada no mesmo período do ano passado.

O retorno sobre o capital investido (ROIC, na sigla em inglês) atingiu 16,3% no primeiro trimestre deste ano, queda de 7,1 pontos percentuais. em relação ao mesmo trimestre de 2021.

“A queda reflete principalmente às dificuldades de produção da indústria automotiva a partir do ano de 2021 e os reflexos da alta da inflação no país na demanda por veículos”, diz a Tegma.

O caixa líquido da companhia ficou em R$ 91,3 milhões no final de março de 2022, contra posição de R$ 18,2 milhões de dezembro de 2021. O índice dívida líquida / Ebitda ajustado não pode ser aplicado, visto que a companhia apresentou caixa líquido em ambos trimestres.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe