Tecnologia e telecomunicações derrubam bolsas européias

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas européias caem nesta quarta-feira, puxadas pelos setores de tecnologia e telecomunicações. Esses setores são afetados principalmente pelo fraco desempenho da fabricante sueca de equipamentos para telefonia Ericsson, que deixará de fabricar seus próprios telefones celulares.

Em Londres, o índice FTSE-100 operava com desvalorização de 0,41% às 10h15 de Brasília. As principais quedas do pregão ficavam com as ações da fabricante de semicondutores ARM Holdings (-5,90%), da fabricante de equipamentos para telefonia Marconi (-5,15%), da empresa de internet Autonomy (-3,95%) e da telefônica British Telecom (-3,17%). Por outro lado, os destaques positivos eram os papéis das empresas de energia International Power (+2,92%), Scottish and Southern Energy (+2,40%) e Scottish Power (+2,23%).

Na Bolsa de Paris, o índice CAC40 caía 0,95%, puxado pelos papéis da fabricante de equipamentos para telecomunicações Alcatel (-4,84%), da empresa de artigos de luxo LVMH (-3,71%), da fabricante de semicondutores STMicroelectronics (-1,24%) e da companhia de telecomunicações France Telecom (-1,15%). Em contrapartida, as principais altas ficavam com a empresa de software Cap Gemini (+5,86%) e com a varejista Carrefour (+3,15%).

Em Frankfurt, o índice DAX apresentava queda de 0,80%, tendo como desempenhos negativos a fabricante de semicondutores Epcos (-4,86%), a fabricante de componentes eletrônicos Siemens (-3,45%) e a empresa de software de gestão empresarial SAP (-3,02%). Outros destaques de baixa eram as ações da fabricante de semicondutores Infineon Technologies (-2,35%) e da telefônica Deutsche Telekom (-1,09%). Já os papéis da varejista Karstadt (+3,97%), da farmacêutica Bayer (+2,44%) e da montadora BMW (+1,96%) representavam os principais ganhos dentro do índice.

Compartilhe