Decisão contrária

Taurus é suspensa de participar de licitações do estado de SP e leva multa de R$ 12,6 mi em processo da PM

O processo administrativo é referente a contratos de fornecimento de pistolas realizados entre 2007 e 2011

Taurus Armas
(Crédito: Divulgação)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A fabricante de armas Taurus (TASA3;TASA4) está suspensa de participar de licitações do governo do Estado de São Paulo e também recebeu uma multa administrativa de R$ 12,674 milhões em processo relacionado ao fornecimento de pistolas para a Polícia Militar de São Paulo.

A companhia afirmou que vai interpor “recurso cabível” para esse caso. A Taurus ainda comunicou que a decisão administrativa não produzirá efeitos imediatos, uma vez que está sujeita a recurso, com efeito suspensivo.

O processo administrativo é referente a contratos de fornecimento de pistolas realizados entre 2007 e 2011 e que foram disponibilizadas à PM.

Aprenda a investir na bolsa

A empresa alega que entregou as armas de acordo com as especificações contratadas e que as pistolas em questão estão em uso há mais de dez anos pela corporação.

“Não há evidências técnicas ou fundamentos jurídicos que permitam a penalização da companhia que toma e tomará todas as medidas administrativas e judiciais cabíveis para reversão da penalidade aplicada”, afirmou a empresa em comunicado.

Além de recorrer da decisão, a Taurus afirma que o processo administrativo não afeta a disponibilidade da empresa em participar de licitações de outros Estados e que há três anos não fornece equipamentos para São Paulo e que, por isso, a medida não deve ter efeito em suas receitas.

Como ler o mercado financeiro e aproveitar as oportunidades: conheça o curso A Grande Tacada, do Fernando Góes – de graça nos próximos dias!