Suzano (SUZB3) emitirá R$ 1 bi em debêntures, acionistas da Light (LIGT3) propõem novo conselho e mais notícias

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta quarta-feira (21)

Felipe Moreira

Publicidade

O radar corporativo desta quarta-feira (21) traz a Suzano (SUZB3), que aprovou a 9ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no valor total de R$ 1 bilhão.

A Petrobras (PETR4) nega que tenha recebido instrução ou diretriz para barrar ou fechar outro tipo de operação com a Braskem.

Ibovespa hoje: acompanhe o que movimenta Dólar, Juros e Bolsa Ao Vivo

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Os maiores acionistas da Light (LIGT3) chegaram a um consenso para propor um novo conselho de administração.

Já a WEG (WEGE3) aprovou pagamento de JCP no valor de R$ 244,6 milhões.

A Cemig (CMIG4) aprovou distribuição de JCP aos acionistas no valor de R$ 426,7 milhões.

Continua depois da publicidade

Confira mais destaques:

Petrobras (PETR4)

A Petrobras, em relação às notícias veiculadas na mídia, nega que tenha recebido qualquer tipo de instrução ou diretriz para barrar ou fechar outro tipo de operação com a Braskem.

A estatal reafirmou que não há qualquer decisão da Diretoria Executiva ou do Conselho de Administração em relação ao processo de desinvestimento ou de aumento de participação na Braskem ou de qualquer outra empresa.

“A companhia segue observando e analisando a situação e aguardará o momento certo de tomar decisões”, diz comunicado.

Suzano (SUZB3)

A Suzano (SUZB3) aprovou a 9ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em duas séries, no valor total de R$ 1 bilhão.

Os recursos serão destinados a investimentos relativos à geração de energia no âmbito do Projeto Cerrado.

Light (LIGT3)

O Conselho de Administração da Light recebeu, na véspera, a carta enviada pela WNT Gestora de Recursos, por meio da qual foi requerida a convocação de Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para deliberar sobre (i) a fixação do número de membros do Conselho de Administração em 9 (nove) membros; e (ii) a eleição de novos membros do Conselho de Administração, conforme a chapa indicada.

Também nesta data, a companhia recebeu correspondências enviadas pelo Santander PB Fundo de Investimento em ações 1 e pelo Samambaia Master FIA, manifestando concordância com os termos da carta, inclusive com relação à chapa proposta pela WNT.

Foram indicados: Helio Calixto da Costa; Firmino Ferreira Sampaio Neto; Nelson Sequeiros Rodriguez Tanure; Pedro de Moraes Borba; Wendell Alexandre Paes de Andrade de Oliveira; Abel Alves Rochinha; Helio Paulo Ferraz; Yuiti Matsuo Lopes; e Raphael Manhães Martins.

Eleição de diretores

A Light informou que Rodrigo Ribeiro Pereira Brandão foi eleito para os cargos de Diretor sem designação específica da Light, de Diretor Presidente da Light SESA, e membro do Conselho de Administração da Light Energia, com efeitos a partir de 20 de julho de 2023, e o Sr. Valdir Gomes Barbosa Sobrinho, que já atuava como diretor não-estatutário das Companhias desde outubro de 2022, sendo responsável pelos temas de tecnologia da informação, foi eleito para os cargos de Diretor sem
designação específica da Light e de Diretor sem designação específica da Light Energia, com efeitos a partir da presente data.

No período de 1º a 19 de julho de 2023, o Sr. Carlos Vinicius de Sá Roriz ocupará, interinamente, o cargo de Diretor Presidente da Light SESA.

São Carlos (SCAR3)

A São Carlos (SCAR3) comunicou que sua controlada Top Center celebrou nesta terça-feira (20), a Escritura Pública de Compra e Venda para alienação do Edifício Itaim Center, por R$ 90 milhões, tendo recebido até a presente data o valor de R$ 35,3 milhões e o saldo será recebido em 10 parcelas mensais corrigidas pelo IPCA + 5,5% a.a..

O valor da transação foi 2,6% superior ao NAV (Net Asset Value) e o cap rate da venda foi de 6,8% considerando a receita de locação dos contratos vigentes.

O Imóvel é um edifício de escritório, localizado na Rua Dr. Eduardo de Souza Aranha, 153 – São Paulo, e possui 6.524 m2 de área bruta locável.

CSU Digital (CSUD3)

O Conselho de Administração da CSU Digital (CSUD3) aprovou o pagamento de proventos aos acionistas no montante bruto de R$ 6,5 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP) relativos ao 2º trimestre de 2023 (2T23).

O pagamento dos proventos será realizado no dia 18 de julho, com base na posição acionária de 23 de junho de 2023.

Cruzeiro do Sul (CSED3)

A Cruzeiro do Sul informou que o valor bruto por ação ordinária de emissão da companhia anteriormente divulgado foi atualizado e o novo valor a ser pago corresponde a R$ 0,0688067979670999 por ação.

Fleury (FLRY3)

A gestora BlackRock reduziu sua participação na companhia Fleury (FLRY3). A BlackRock alienou ações ordinárias emitidas pela Fleury, sendo que, em 16 de junho de 2023, suas participações, de forma agregada, passaram a ser de 24.829.712 ações ordinárias representando aproximadamente 4,537% do total de ações ordinárias de emissão da companhia e 10.975.034 instrumentos financeiros derivativos referenciados em ações ordinárias com liquidação financeira, representando aproximadamente 2,005% do total de ações ordinárias emitidas pela companhia.

Cemig (CMIG4)

A Cemig (CMIG4) aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio (JCP) no valor de R$ 426,7 milhões, equivalentes a R$ 0,19390740496 por ação, a ser compensado com o dividendo mínimo obrigatório do exercício de 2023.

Farão jus os acionistas detentores de ações ordinárias (ON) e preferenciais (PN) no dia 23 de junho.

O pagamento será realizado em duas parcelas iguais, sendo a primeira até 30 de junho de 2024 e a segunda até 30 de dezembro de 2024.

WEG (WEGE3)

A WEG (WEGE3) aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) no valor total de R$ 244,6 milhões, correspondente a R$ 0,058294118 por ação, aos titulares de ações emissão da companhia em 23 de junho de 2023.

De 26 de junho de 2023 em diante, as ações serão negociadas “ex-juros sobre capital próprio”.

O pagamento de JCP ocorrerá em 16 de agosto de 2023 e será feito pelo valor líquido de R$ 0,049550000 por ação, já deduzido o imposto de renda na fonte de 15%.