FBI investiga

Suposto explosivo é encontrado na casa do megainvestidor George Soros

A polícia de Nova York encaminhou o caso para o FBI

Por  Weruska Goeking

SÃO PAULO – Um suposto dispositivo explosivo foi encontrado por policiais na caixa de correio do mega investidor George Soros, em sua casa localizada em Bedford, Nova York, informa o jornal The New York Times.

A publicação lembra que o bilionário é um dos alvos preferidos de ativistas de direita nos Estados Unidos e no leste europeu. Soros já chamou Donald Trump de “aprendiz de ditador” e disse que o sistema bancário da União Europeia é um “parasita”. 

“Um funcionário da residência abriu o pacote, revelando o que parecia ser um artefato explosivo”, disse a polícia local, em um comunicado. “O funcionário colocou o pacote em uma área arborizada e chamou a polícia de Bedford”, acrescentou. Soros não estava em casa. 

A polícia de Nova York encaminhou o caso para o FBI, que informou por meio do seu perfil oficial no Twitter que o episódio não configura ameaça à segurança pública. 

O veterano Soros, tem 86 anos, nasceu na Hungria e se firmou no mercado financeiro nos anos 1990 fazendo uma grande aposta contra a libra esterlina. Ele havia se afastado do dia a dia do mercado financeiro, mas em junho do ano passado voltou a fazer operações apostando na baixa dos mercados.

Invista com a melhor assessoria do Brasil: abra uma conta na XP com taxa ZERO para TED e manutenção de conta! 

Compartilhe