Sem dinheiro

Supercomputador de R$ 60 milhões é desligado por falta de dinheiro para conta de luz

O equipamento foi inaugurado no começo desse ano e já foi desligado

Por  Leonardo Pires Uller -

SÃO PAULO – O governo investiu R$ 60 milhões na construção do supercomputador Santos Dumont, que foi inaugurado no estado do Rio de Janeiro em janeiro desse ano. No entanto, de acordo com reportagem da rádio CBN, ele já foi desligado por falta de pagamento das contas de luz no Laboratório Nacional de Computação Científica em Petrópolis.

O valor gasto por mês com o supercomputador é de R$ 500 mil. No entanto, o orçamento da unidade não foi ajustado para acomodar os gatos com o dispositivo, fazendo com que 80% dos recursos do laboratório fossem utilizados apenas para pagar tais contas.

O total de energia consumida pelo equipamento seria suficiente para abastecer um bairro com três mil famílias e, de acordo com o diretor do laboratório, seis pesquisas já estão atrasadas por conta do desligamento.

O computador é, de acordo com a reportagem, é capaz de ser até um milhão de vezes mais rápido que um notebook comum e uma das pesquisas que ele seria utilizado seria para fazer o mapeamento genético do vírus da zika.

Compartilhe