Bloco Cripto

Superando o Bitcoin: criptomoeda do Facebook tem potencial para ser um meio de pagamento global?

Programa Bloco Cripto recebe Gustavo Cunha, professor do curso dólar para investidores do InfoMoney e apresentador do programa Câmbio na IMTV

arrow_forwardMais sobre
Libra, criptomoeda do facebook
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Há pouco mais de um mês o Facebook tirou das sombras um dos seus grandes projetos: a criptomoeda Libra. Apesar de ser um projeto bem diferente do Bitcoin, muita gente está comparando as duas moedas por conta da intenção de ser um meio de pagamento.

Para explicar melhor o projeto da empresa de Mark Zuckerberg e seu potencial para se assumir como uma rede mundial para pagamentos, o programa Bloco Cripto recebe Gustavo Cunha, professor do curso dólar para investidores do InfoMoney, apresentador do programa Câmbio na IMTV e colunista do Blog do GCunha.

Para Cunha, o whitepaper da Libra é “um dos momentos marcantes para toda a sociedade ocidental”. “Boa parte dos conceitos e modelo de negócio ali descritos têm potencial de alterar significativamente a estrutura do sistema financeiro mundial”, afirmou ele recentemente em um artigo.

PUBLICIDADE

O especialista acredita que a criptomoeda do Facebook tem potencial para impactar não só as instituições financeiras, mas também bancos centrais, reguladores, bolsas de valores, adquirente de cartões e sistemas de pagamento como um todo, podendo até substituir o dólar como moeda hegemônica no mundo.

Invista em bitcoins com segurança, facilidade e taxa ZERO: abra uma conta gratuita na XDEX!