Nova economia

Startups focam em agricultura de precisão, biotecnologia e softwares

São Paulo concentra o maior número de startups ligadas ao setor no Brasil, seguido por Minas Gerais

arrow_forwardMais sobre

As startups do agronegócio têm como foco atuar nas áreas de agricultura de precisão, biotecnologia e softwares, aponta levantamento da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP).

Segundo a pesquisa, o Estado de São Paulo abriga 37 das 74 empresas de tecnologia da informação recém-criadas no País, com atividades dedicadas ao agronegócio.

De acordo com o relatório, das 37 empresas instaladas em SP, 15 estão no AgTech Valley, conglomerado de startups para a agricultura localizado em Piracicaba, que foi inspirado no modelo do Vale do Silício.

No ranking por Estados, Minas Gerais, com 13 startups, ocupa a segunda posição, seguido por Paraná (7), Santa Catarina (6), Rio Grande do Sul (5), Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Amazonas e Distrito Federal, os seis últimos, com uma empresa cada.