Preço-alvo

Spinelli revisa preço-alvo, mas mantém recomendação de compra às ações da CSN

Apesar dos efeitos negativos da crise sobre o desempenho da companhia, corretora acredita que ela será destaque do setor

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Spinelli revisou seu preço-alvo para as ações da CSN (CSNA3) para R$ 48,71, mas manteve sugestão de compra aos papéis. De acordo com a corretora, entre os catalisadores que pesaram na revisão estão os fracos resultados do setor e da companhia, mostrando forte queda nas vendas e engessamento de custos, além da projeção de queda tanto nas vendas quanto na produção de aço em 2009.

Mesmo ressaltando que a empresa sofreu com os impactos da crise global, a Spinelli espera que a CSN se destaque entre as empresas do setor siderúrgico ao longo do ano. “A maior participação do minério em sua receita, que possui margem maior, uma condição de endividamento mais favorável e um resultado financeiro melhor, (…) devem manter os sólidos fundamentos da empresa, mesmo diante do quadro adverso e supondo uma recuperação lenta”, analisou.

A corretora também prevê pontos positivos para o próximo trimestre. “Alguns fatores contribuirão favoravelmente nos próximos trimestres, como a redução dos estoques acumulados a preços antigos, o efeito da queda dos preços do carvão e coque nos seus custos de produção e algumas medidas de contenção de despesas, como demissões. Porém, o custo com ociosidade deve ainda permanecer”, destacou.

Aprenda a investir na bolsa