Paralisação encerrada

Sindicato dos petroleiros anuncia fim da greve na Petrobras

No comunicado, sindicalistas afirmaram que realizaram a greve “para denunciar as demissões em massa e o aumento da insegurança”

Aprenda a investir na bolsa

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou em comunicado no seu site que encerrou a greve na Petrobras (PETR3;PETR4). No comunicado, os sindicalistas afirmaram que realizaram a greve “para denunciar as demissões em massa e o aumento da insegurança”.

“Na contramão de outras petrolíferas, a empresa vem reduzindo drasticamente os seus efetivos. Nos últimos anos, 270 mil postos de trabalho próprios e terceirizados foram fechados”, afirmou a FUP.

Na véspera, lideranças dos petroleiros passaram o segundo dia de greve sob pressão, avaliando os prejuízos de manter a paralisação até o fim da semana.

Aprenda a investir na bolsa

No balanço pesou, principalmente, a determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST) de bloquear as contas da Federação Única dos Petroleiros (FUP) e dos 13 sindicatos associados, que pode acabar com o caixa e o fôlego do movimento.

Os passos dos grevistas foram acompanhados de perto pelo governo, alerta a uma possível adesão dos caminhoneiros.

Os indicativos recebidos pelo Planalto, contudo, foram de que o movimento dos petroleiros estava contido e limitado.

Apesar de a categoria ser considerada fundamental para garantir o abastecimento do País, os dados que chegaram foram de que eles estariam “sem gás” para prorrogar a paralisação, prevista para ser encerrada na sexta-feira, e que só atinge parte dos trabalhadores.

PUBLICIDADE