Setor de telecomunicações derruba bolsas européias

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas européias fecharam em queda generalizada nesta terça-feira, com destaque para o setor de telecomunicações. Hoje, a agência de classificação de risco S&P rebaixou o risco de crédito da empresa de telecomunicações Dutch Group. Nesta terça-feira, um analista da Morgan Stanley anunciou que a dívida de US$ 300 bilhões da indústria de telecomunicações européia não irá causar uma crise bancária, como vem sendo colocado por outros analistas. O índice norte-americano Nasdaq Composite, que influencia as bolsas européias, às 15h46 do horário de Brasília, registrava queda de 1,66%.

A Bolsa de Londres encerrou o pregão em baixa, com o índice FTSE 100 registrando queda de 1,41%, sendo cotado a 6.083,3 pontos. A maior queda entre as ações do índice britânico ficou para a Baltimore Technologies (-10,17%), seguida pela ação do varejista Klingfisher (-9,80%). Outros destaques de baixa ficaram para as ações das empresas de telecomunicações Vodafone (-3,67%) e British Telecom (-2,89%), da varejista Tesco (-3,46%) e da petrolífera Shell (-2,56%). Por outro lado, as maiores altas ficaram para as ações da Bookham Technology (+3,09%), da Hays (+1,81%) e da mineradora Billiton (+1,13%).

Em Paris, o índice CAC 40 fechou com variação negativa de 1,24%, cotado a 5.761,67 pontos. As ações da fabricante de componentes elétricos Schneider Electric (-11,84%) registraram a maior queda entre os componentes do índice CAC 40, influenciadas pelo anúncio de sua fusão com a sua ex-concorrente, Legrand. Outros destaques de baixa ficaram para as ações da STMicroelectronics (-3,13%), da France Telecom (-2,76%) e da fabricante de equipamentos para o setor de telecomunicações Alcatel (-1,53%). Contrariando a tendência da bolsa parisiense, os papéis da Air France (+4,32%), da fabricante de materiais de construção Lafarge (+2,23%) e da farmacêutica Aventis (+1,73%) fecharam o pregão em alta nesta terça-feira.

O índice Ibex 35 da Bolsa de Madri fechou em queda de 1,71%, cotado a 9.722,4 pontos. Os destaques de baixa da bolsa espanhola ficaram para as ações da Sogecable (-4,90%), da portal de internet Terra Networks (-4,53%), da Telefonica (-3,37%) e da petrolífera Repsol (-1,61%). Já as maiores altas entre as ações do índice Ibex 35 ficaram para a Prisa (+4,16%), para a construtora Dragados (+2,74%) e para o varejista Carrefour (+2,45%).

A Bolsa de Frankfurt ainda opera, com índice DAX 30 apresentando queda de 0,48% às 15h46 de Brasília, quando era cotado a 6.491,29 pontos.











































Outros Mercados: Milão MIB 30 -1,01%
Amsterdã AMS Exchange -1,45%
Zurique Swiss Market +0,15%
Lisboa BVL 30 -1,83%
Moscou Moscow Times -1,17%
Bruxelas BEL 20 -0,40%
Istambul ISE National-100 +0,76%
Estocolmo Stockholm General -2,14%
Compartilhe