Volta às aulas

Ser Educacional (SEER3) tem alta de 29% na captação de alunos no 3º trimestre

Foram captados 53,1 mil alunos no terceiro trimestre, dos quais 24,1 mil eram da graduação híbrida. Os números apresentados foram recordes, diz a empresa

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – A Ser Educacional (SEER3) registrou alta de 29,4% na captação total de alunos no terceiro trimestre, segundo comunicado desta quinta-feira (7).

Dessa forma, a empresa atingiu uma captação total de 53,1 mil alunos no terceiro trimestre, dos quais 24,1 mil eram da graduação híbrida (presencial), cuja alta somou 31,9%.

Já a base de alunos de ensino digital superou 100 mil alunos e atingiu 103,5 mil alunos (+102,7%), enquanto a base total de alunos totalizou 240 mil (+31,9%).

Conforme a empresa, os números apresentados no terceiro trimestre foram recordes.

Em relatório a clientes, o Itaú BBA avaliou o resultado como positivo, refletindo recentes ações da companhia e o caminho geral de recuperação do setor de educação.

“Os números sólidos de captação do segmento presencial mostram os primeiros sinais de retomada das atividades presenciais nos campus, e acompanharemos essa tendência nos próximos meses”, escreveram Vinicius Figueiredo, Lucca Generali Marquezini e Emerson Vieira, do Itaú BBA.

Por volta das 11h20, as ações da Ser avançavam 5,47%, cotadas a R$ 11,96.

Já as ações da YDUQS (YDUQ3) e da Cogna (COGN3) também acompanhavam o movimento de valorização do setor, com altas, respectivamente de 5,66% e 2,52%, estando entre as maiores altas do Ibovespa, que avançava 0,37%.

Ser e a pandemia

De acordo com a empresa, os números de captação híbrida foram consequência da ampla aceitação da Ubíqua, nova metodologia acadêmica lançada em 2021, que possui melhores práticas pedagógicas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além disso, a empresa aponta o avanço da vacinação contra a Covid-19 para o aumento da captação, já que possibilita a retomada gradual das atividades presenciais.

Adicionalmente, a companhia aponta como iniciativas que elevaram o número de alunos a introdução de novos formatos de distribuição e canais comerciais, e a normalização do calendário de matrículas para alunos do PROUNI e FIES.

Evasão

Em termos de taxa de evasão da graduação híbrida (presencial), a Ser apontou que houve uma redução de 4,4 p.p., ficando em 12,5%, no terceiro trimestre deste ano, contra 17,0% do mesmo intervalo do ano passado, “o que demonstra que essa taxa retornou a um patamar pré-Covid-19”.

Na graduação digital, por sua vez, a taxa de evasão atingiu um patamar recorde, ficando em 8,9%, ante 18,7% do terceiro trimestre de 2020.

“A melhoria das taxas de evasão é decorrente do arrefecimento dos efeitos da pandemia e seus impactos no cotidiano dos alunos, bem como fruto de atividades implantadas pela Companhia como a criação dos mentores de experiência, implantação do plano de pagamento de mensalidades via cartão de crédito e novas funcionalidades para controle de presença online de alunos e rematrícula, dentre outras”, escreveu a Ser.

Especialistas certificados das maiores corretoras do Brasil ensinam como ir do básico à renda extra crescente operando como trader na Bolsa de Valores. Inscreva-se Grátis.

Compartilhe