Baixa no governo

Secretário de gestão de pessoal do Ministério da Economia, Wagner Lenhart deixará o cargo

Lenhart assumiu o posto no início do governo Jair Bolsonaro e ajudou na elaboração da proposta de reforma administrativa

arrow_forwardMais sobre

O secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia, Wagner Lenhart, vai deixar o cargo. Em seu lugar, assume o atual secretário-adjunto, Leonardo Sultani.

Lenhart assumiu o posto no início do governo Jair Bolsonaro e ajudou na elaboração da proposta de reforma administrativa. Ele cita razões pessoais para sua saída e nega ao Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) que sua decisão esteja relacionada a uma “debandada” no Ministério da Economia.

No início do mês, o então secretário de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest), Amaro Gomes, também pediu para deixar o cargo, num momento de desconfiança do mercado financeiro de que há interferência política nas empresas estatais. Gomes, porém, disse na ocasião que sua saída já estava programada.

Formado na área de Direito, Lenhart aceitou uma proposta para trabalhar na iniciativa privada, mas diz que seguirá acompanhando como cidadão os próximos passos da reforma administrativa.

Em seu comunicado de despedida, o secretário diz que a proximidade do nascimento de seu primeiro filho e o início de um novo ciclo pessoal e profissional pesaram na decisão.

“Nossa gestão sempre considerou fundamental repensar a administração pública, propondo um modelo mais digital, moderno e focado no cidadão. Me despeço grato pela oportunidade de servir ao meu País durante mais de dois anos e de trabalhar sob a liderança do ministro Paulo Guedes, pessoa que eu já admirava e passei a admirar ainda mais neste período”, diz a mensagem.

Você ganhou um curso de ações 100% online e ao vivo. Durante 4 aulas, André Moraes explica como faria para lucrar na Bolsa de começasse hoje. Clique aqui para assistir!