Política monetária

Sarah Collins assume presidência da distrital do Fed Boston e terá direito a voto

A nomeação da dirigente foi feita em fevereiro, após a aposentadoria de Eric Rosengren, depois de 25 anos na da distrital.

Por  Estadão Conteúdo -

A macroeconomista Sarah Collins assumiu, nesta sexta-feira, 1º de julho, a presidência do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Boston. Como 14ª pessoa à frente da instituição, Sarah Collins é a segunda mulher e primeira não-branca, de acordo com comunicado.

A dirigente terá poder de voto nas decisões monetárias do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) neste ano, com a primeira marcada para o próximo dia 26.

A nomeação da dirigente foi feita em fevereiro, após a aposentadoria de Eric Rosengren, depois de 25 anos na da distrital.

“Estou honrada em assumir esse novo papel e a tremenda responsabilidade que ele carrega, especialmente em um momento tão importante para a economia dos Estados Unidos. Estou ansiosa para me juntar aos meus colegas na análise das questões políticas críticas para o Fed e a economia”, disse ela, em nota.

Sarah Collins é especialista em macroeconomia internacional com interesse de longo prazo em políticas e seus impactos sobre padrões de vida. Antes do Fed, ela esteve 15 anos na Universidade de Michigan, mais recentemente como vice-presidente para Assuntos Acadêmicos.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe