Paciente vindo da Itália

Brasil tem primeiro caso confirmado de coronavírus; paciente está em SP

O Ministério da Saúde investiga, em conjunto com as secretarias estadual e municipal de saúde de São Paulo, um possível caso de coronavírus

(Crédito: Cleber Mendes/ Agência O Dia/ Estadão Conteúdo)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Ministério da Saúde confirmou durante coletiva nesta quarta-feira (26) o primeiro caso de uma pessoa infectada com o coronavírus no Brasil – e o primeiro na América do Sul. Após um teste dar positivo na noite de ontem, um exame de contraprova feito pelo instituto Adolfo Lutz confirmou o caso.

A pasta havia informado na última terça-feira que investigava, em conjunto com as secretarias estadual e municipal de saúde de São Paulo, um possível caso de coronavírus na capital paulista.

De acordo com o Ministério, trata-se de um homem de 61 anos, residente em São Paulo, que “traz o histórico de viagem para a Itália, na região da Lombardia (norte do país), a trabalho, sozinho, no período de 9 a 21 de fevereiro”. A Itália é o país europeu mais afetado pela doença.

Aprenda a investir na bolsa

Ainda segundo as autoridades brasileiras, “o paciente está bem, com sinais brandos, e recebeu as orientações de precaução padrão”.

Nesta segunda-feira (24) o Ministério da Saúde ampliou os critérios para definição de caso suspeito para o novo coronavírus. Agora, também estão enquadradas dentro desta definição as pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar, e chegando dos seguintes países: Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália e Malásia. A lista já incluía, além da China, Cingapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Camboja, Japão, Tailândia e Vietnã.

A doença continua se espalhando pela Europa. Na Itália, o número de mortes pelo virus saltou para 11 e o total de casos confirmados subiu para 300.

Na Espanha, um hotel nas Ilhas Canárias com 1 mil hóspedes e funcionários foi posto sob quarentena, depois da confirmação de um caso no local, de um turista italiano. Outro caso foi confirmado na região Catalunha. Suíça, Áustria e Croácia confirmaram os primeiros registros da doença.

Com Agência Brasil