Agronegócio brasileiro

Safra 2022 alcançará recorde de 258,9 milhões de toneladas, diz IBGE

Apesar do recorde, número é 1% menor que o previsto no levantamento anterior, de fevereiro (ou 2,7 milhões de toneladas a menos)

Por  Estadão Conteúdo -

A safra agrícola de 2022 deve totalizar um recorde de 258,9 milhões de toneladas, um aumento de 2,3% (ou 5,7 milhões de toneladas) em relação a 2021.

Os dados são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de março, divulgado nesta quinta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar da alta, o número é 1% menor que o previsto no levantamento anterior, de fevereiro (ou 2,7 milhões de toneladas a menos).

Segundo o IBGE, os produtores brasileiros devem colher 71,8 milhões de hectares na safra agrícola deste ano, um crescimento de 4,7% em relação à área colhida em 2021.

Em relação à estimativa de fevereiro, a área a ser colhida cresceu 0,8% (ou 555,6 mil hectares a mais).

Arroz, milho e soja

O arroz, o milho e a soja são os três principais produtos da safra. Somados, eles representam 92,2% da estimativa da produção e 87,7% da área a ser colhida.

Na comparação com 2021, há acréscimo de 8,3% na área a ser colhida de milho (alta de 6,9% na primeira safra do grão e de 8,8% na segunda safra), de 11,1% na área do algodão herbáceo e de 3,8% na da soja. Por outro lado, houve recuo na expectativa de área colhida de arroz (-1,2%) e de trigo (-2,9%).

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe