Sadia esclarece questão com relação ao direito de dissidência dos acionistas

Após processo de incorporação de ações, companhia devolverá valor de ativos para quem possuia papéis até 19 de maio

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Sadia (SDIA4) informou na noite desta quarta-feira (20), em nota, que seus acionistas terão um prazo de 30 dias para efetuarem a retirada do valor correspondente às ações incorporadas à companhia.

De acordo com a nota, terão direto à retirada apenas os acionistas que possuíam ativos da empresa até antes da abertura do pregão da última terça-feira (19). “Assim, os acionistas da Sadia que adquirirem ações ordinárias a partir de referida data, inclusive, não terão direito a exercer o referido direito de retirada”, esclareceu.

Segundo a companhia, o valor a ser pago para cada ativo ainda será calculado. “Como no momento em que a Incorporação de Ações for apresentada aos acionistas da companhia para deliberação, Sadia já será controlada por BRF – Brasil Foods, (…) não sendo possível, portanto, estabelecer, desde já, o valor a ser pago a título de reembolso,
que poderá ser calculado com base no valor de patrimônio líquido constante de
balanço da companhia (…)”, concluiu.

Aprenda a investir na bolsa