Sabesp (SBSP3): ação pode valer R$ 125 com novo regime regulatório, aponta JPMorgan

Privatização avançou significativamente no ano passado e deve ser concluída até meados de 2024

Felipe Moreira

Publicidade

O JPMorgan avalia que ação da Sabesp (SBSP3) pode atingir o preço de R$ 125, o que implica em um potencial de valorização de 67,2% frente a cotação de fechamento da última quarta-feira (10) de R$ 74,76, uma vez que a privatização da companhia de saneamento avançou significativamente no ano passado e deve ser concluída até meados de 2024.

A equipe de research do banco explica que um dos últimos elementos da equação é a definição de um novo modelo regulatório para os contratos alterados da empresa privatizada, cujo momento de divulgação ainda é incerto.

Diante disso, o banco acredita que o anúncio de um novo e bom arcabouço regulatório para a Sabesp pós-privatização pode ser o próximo impulso antes da oferta subsequente em meados de 2024, fornecendo uma referência para onde o preço da oferta deve se situar.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Para analistas, a implementação de um regime regulatório mais amigável poderia impulsionar o valor potencial privatizado da Sabesp de 1,1 vez EV/RAB (EV = enterprise value, ou valor de mercado + dívida líquida”; RAB = base de ativos regulatórios) atual, que levaria a ação para R$ 100, para cerca de 1,3 vez (o que implicaria no valor de R$ 125), diz o relatório.

O JPMorgan pontua que uma mudança na percepção da avaliação da empresa privatizada pode alterar o preço da oferta. “Se assumirmos que o preço da oferta é resultado de um desconto para o valor justo que os investidores estão dispostos a aceitar, o aumento do valor justo deve, portanto, aumentar o preço aceitável para o mesmo desconto”, diz o banco.

Por exemplo, se o valor justo da empresa privatizada fosse R$ 100 por ação e os investidores quisessem um desconto de 30%, o preço da oferta seria, portanto, R$ 70 por ação, uma real desvantagem de 6% em relação aos preços atuais, tornando a compra das ações na oferta muito mais interessante. No entanto, se o valor justo subir para R$ 125 por papel, então o preço da oferta poderia ser de R$ 88 por ação, um aumento de 17% em relação aos preços atuais.

Continua depois da publicidade

O Goldman ressalta que as principais mudanças regulatórias em estudo são: (i) a transição da contabilidade da base de ativos de visão futura para retrospectiva; (ii) níveis fixos de despesas operacionais regulatórias para alguns ciclos tarifários, permitindo que a Sabesp mantenha parte dos ganhos de eficiência; e (iii) uma possível resolução sobre a passagem integral dos royalties do fundo municipal.

O banco tem atualmente recomendação overweight (exposição acima da média do mercado, equivalente à compra) para as ações SBSP3, com preço-alvo de R$ 83, ou potencial de valorização de 11% frente o fechamento da véspera.