Projeções diversas

Sabesp: da empolgação da ação com a privatização como prioridade à cautela com a desestatização no longo prazo

Fala do novo secretário Rodrigo Maia fez ação da companhia disparar na sexta, mas papel operou em queda nesta sessão depois de fala de Doria no sábado

SÃO PAULO – As ações da Sabesp (SBSP3), que registram uma queda de cerca de 19% em 2021, tiveram ânimo na última sexta-feira (20), fechando com disparada de 10,86%. Contudo, nesta segunda-feira (23), os ativos chegaram a cair 4,55%, a R$ 13,84, ainda que amenizando fortemente a queda e fechando em baixa de 1,04%, a R$ 36,17.

O que levou as ações a dispararem na sexta foi a fala do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (Sem partido – RJ), que tomou posse como secretário de Projetos e Ações Estratégicas do governo de São Paulo. O novo secretário apontou a privatização da Sabesp como prioridade para o governo paulista. Cabe ressaltar que declarações anteriores de integrantes do governo paulista indicavam que não haveria avanço na pauta nem sobre capitalização nem sobre privatização até 2022 (veja mais clicando aqui).

Na ocasião, os analistas do Credit Suisse apontaram a afirmação como positiva. A ação da Sabesp atualmente é negociada a 0,70 vez o múltiplo EV/RAB (EV = enterprise value, ou valor de mercado + dívida líquida”; RAB = base de ativos regulatórios) e o preço de suas ações em 2021 foi negativamente pressionado por resultados fracos, preocupações com repasse de tarifas e mensagem decepcionante da administração no segundo trimestre de 2021, destacaram os analistas. Ou seja, a fala de Maia foi um gatilho positivo.

Já no sábado (21), o governador de São Paulo, João Doria, reforçou a intenção de privatizar a Sabesp. Contudo, destacou que este é um projeto de longo prazo, visto que antes da futura privatização a companhia precisará cumprir metas estabelecidas em seu plano estratégico e aumentar a rede de água e saneamento do Estado de São Paulo. Doria apontou que a Sabesp será preparada ao longo dos anos para um programa de privatização, considerando o novo marco do saneamento e a expansão de seus serviços.

“O governo de São Paulo pretende contratar o Internacional Finance Corporation (IFC) para efetuar os estudos do processo de privatização. Inicialmente, se encontram na mesa as opções de privatização ou uma capitalização, sem a perda de controle do Estado de São Paulo, que detém 51% do capital da companhia”, destaca a Levante de Ideias de Investimentos.

Os analistas da casa de research ressaltam que a privatização da Sabesp é vista com bastante expectativa pelo mercado. “De fato, esta seria bastante benéfica à companhia, na qual seria esperada uma melhor eficiência de suas operações e estímulo para sua otimização de custos. O processo ainda traria melhor governança para a empresa, com sua gestão não partindo de indicações governamentais”, avaliam.

Com isso, as expectativas se refletiram no preço das ações da Sabesp na sexta que, com a declaração de Rodrigo Maia, atingiram máximas. “Com o processo avançando, o mercado deverá continuar a precificar o aumento de eficiência de suas operações futuras, além de uma melhor gestão da companhia como um todo.”

Porém, com as novas declarações de que o processo pode se dar no longo prazo, os papéis chegaram a cair forte, conforme já destacado acima, ainda que fechando com baixa de cerca de 1%. Assim, a visão de que o processo se dará no longo prazo parece estar se confirmando.

“Enxergamos ainda alguns riscos e obstáculos para a privatização da Sabesp, sendo o principal deles a proximidade do calendário eleitoral (…) Além disso, seguem as dúvidas se o projeto será levado adiante até 2022. Em declarações, o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, afirmou que, com a aprovação da nova lei do saneamento, a prioridade agora seria garantir a universalização dos serviços de saneamento básico, podendo, assim, a privatização da companhia se estender por mais tempo do que o esperado”, apontou a Levante.

PUBLICIDADE

Curso gratuito ensina a ter consistência na bolsa para ganhar e rentabilizar capital. Participe!