GainCast

Rotina, dificuldades e a variável mais importante no trade

Gravado na B3, o episódio #147 do GainCast apresenta a nova equipe de análise da Clear: Pam Semezzato, Leandro Ross, Charlles Nader e Kyn Pereira de Sá

Por  Equipe InfoMoney

O episódio #147 do GainCast foi gravado no evento De Pro pra Pro, realizado na B3, e marcou a apresentação oficial do novo time de PROs da Clear: Pam Semezzato, Leandro Ross, Charlles Nader e Kyn Pereira de Sá.

A equipe de analistas falou sobre rotina de operação, estratégias de estudo, dificuldades e por que não existe day trader que ganhe dinheiro sem consistência e paciência.

Mas qual é a principal missão de um analista de trade? Ajudar o investidor a ganhar dinheiro? Ensinar como não perder? Para Kyn Pereira de Sá, a tarefa mais importante de um analista é passar calma ao investidor: “É uma missão nossa transmitir tranquilidade, além de conhecimento”.

Leandro Ross concorda: “Trading envolve uma série de variáveis que a gente não controla. Trade não é só acertar o ponto de saída. O que a gente tenta fazer é entregar nossa experiência.”.

Para Ross, a aprender a tomar risco é variável mais importante do trade, mas também é aquela que mais leva tempo para o investidor aprender. Portanto, é preciso muito estudo, treino e, acima de tudo, paciência.

Pam Semezzato vai no mesmo sentido, dizendo que o trader só estará bem preparado para operar quando entender o risco que está tomando em cada negócio. “Você já tem que saber seu risco antes de entrar na compra ou na venda”, afirma.

Mas, para Charlles Nader, o papel dos analistas já transformou o mercado de trade no Brasil.

“Lá atrás, todo mundo era mais ‘enlouquecido. E as coisas não iam bem por várias vezes. Hoje, tudo está melhorando, com toda essa turma de analistas procurando caminhos bons. Quando eu vejo o que é bom pra mim, eu vou passar para as outras pessoas. E a gente vai ter um investidor, um trader cada vez melhor”, afirma.

Ouça no player acima (ou assista pelo YouTube) a conversa completa do time com os hosts Roberto Indech e Ariane Campolim.

Compartilhe