RFB: arrecadação federal chega a R$ 45,430 bilhões em maio

Resultado representa um aumento real de 11,26% sobre abril e 12,95% sobre o mesmo período do ano passado

Por  Flávia Furlan Nunes -

SÃO PAULO – A arrecadação total de impostos e contribuições federais chegou a R$ 45,430 bilhões em maio, o que representa um aumento real (com base no IPCA) de 12,95% sobre o total verificado no mesmo mês do ano passado.

Em relação ao mês anterior, porém, a arrecadação apresentou queda real de 11,26%, devido ao pagamento, em abril, da primeira cota ou cota única do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), segundo dados divulgados nesta terça-feira (19) pela Receita Federal do Brasil.

No acumulado do ano, a arrecadação já soma R$ 233,354 bilhões, o que representa aumento real de 10,85% sobre o mesmo período de 2006.

Tributos

Como é possível constatar na tabela abaixo, cerca de 60% da receita de arrecadação tributária é fruto do recolhimento de 5 tributos: imposto de renda, Cofins, CPMF, CSLL e IPI, o que sugere forte concentração da arrecadação:

Maio de 2007R$ bi% Receita total% Var 12 meses
Imposto de Renda11.47625,2617,79
Cofins8.08317,796,29
CPMF2.7726,108,81
IPI2.4695,4316,64
CSLL2.1224,676,71
Total45.43010012,95

Previdência

A Receita Previdenciária teve, em maio, arrecadação de R$ 11,933 bilhões, crescimento de 12,65% sobre o mesmo período do ano passado. Na comparação com abril, a receita aumentou 2,43%.

De janeiro a maio, a arrecadação da Previdência soma R$ 57,99 bilhões, crescimento de 11,82% sobre igual período do ano passado.

Análise da arrecadação

De acordo com a Lei n° 11.457, de 16 de março de 2007, a Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB), a qual unifica a Secretaria da Receita Federal (SRF) e a Secretaria da Receita Previdenciária (SRP), tem a competência para arrecadar, fiscalizar, administrar, lançar e normatizar os tributos e contribuições federais.

Com isso, as Receitas Administradas pela RFB passam a englobar, a partir de maio de 2007, as receitas administradas pelas SRF e SRP.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Compartilhe