Temporada de balanços

Orizon (ORVR3) tem prejuízo ajustado de R$ 18,1 milhões no 1º trimestre

Resultado líquido, sem ajustes, teve uma redução de 57,4%, para R$ 19,374 milhões; enquanto isso, o Ebitda ajustado avançou 15%.

Por  Equipe InfoMoney

A Orizon (ORVR3) registrou prejuízo ajustado de R$ 18,178 milhões no primeiro trimestre deste ano, cifra 149,8% acima da reportada um ano antes, de perdas líquidas de R$ 7,277 milhões.

O resultado líquido, sem ajustes, teve uma redução de 57,4%, para R$ 19,374 milhões. Segundo a empresa, efeitos não recorrentes tiveram impacto positivo de R$ 1,352 milhão no primeiro trimestre deste ano.

Já a linha de pagamento baseado em ações, sem efeito caixa, ficou negativa em R$ 156 mil no primeiro trimestre deste ano, ante saldo positivo de R$ 38,248 milhões de um ano antes.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) contábil somou R$ 27,580 milhões, ante uma cifra negativa de R$ 13,231 milhões de um ano antes.

Enquanto isso, o Ebitda ajustado somou R$ 28,776 milhões, alta de 15%.

A Orizon apresentou receita líquida de operacional consolidada de R$ 99,2 milhões, aumento de 13,2% em relação ao 1T21.

“Este aumento é justificado principalmente pelo aumento do volume de resíduos recebidos nos Ecoparques, e pelos reajustes dos preços nos contratos firmados com a base de clientes”, escreveu a empresa no relatório de administração que acompanha o balanço.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe