Getnet (GETT11) lucra R$ 124 milhões no terceiro trimestre de 2022, alta de 35% na base anual

Desempenho foi puxado pelo crescimento do TPV, eficiente controle de custos e benefício fiscal de R$ 14 milhões da lei do bem

Felipe Moreira

Publicidade

A Getnet (GETT11) registrou lucro líquido ajustado de R$ 124 milhões no terceiro trimestre de 2022 (3T22), um aumento de 35% em relação a mesma etapa de 2021, informou a companhia nesta terça-feira (8).

A empresa explica que o resultado foi puxado pelo crescimento do TPV (volume total de pagamentos, na sigla em inglês), eficiente controle de custos e benefício fiscal de R$ 14 milhões referente ao benefício da lei do bem.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) totalizou R$ 245 milhões no 3T22, um crescimento de 5% em relação ao 3T21.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Leia também:

A receita somou R$ 613 milhões no terceiro trimestre deste ano, crescimento de 13% na comparação com igual etapa de 2021.

A margem Ebitda (Ebitda sobre receita) atingiu 40% entre julho e setembro, baixa de 3 pontos percentuais (p.p.) frente a margem registrada em 3T21.

Continua depois da publicidade

O TPV cresceu 10% na base anual, atingindo R$ 115,4 bilhões no terceiro trimestre de 2022, resultado da mudança no mix de faturamento, alavancada por um aumento de 2 p.p. no varejo frente ao atacado e de 1 p.p. no crédito frente ao débito.

A base ativa de clientes nos últimos 90 dias caiu 5%, ficando na marca de 842,5 mil clientes.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 7 milhões no terceiro trimestre de 2022, uma elevação de 264% sobre as perdas financeiras da mesma etapa de 2021.

O lucro operacional atingiu a cifra de R$ 177 milhões no terceiro trimestre de 2022, um aumento de 25% na comparação com igual etapa de 2021.

As despesas gerais e administrativas fecharam o trimestre em R$ 241 milhões no 3T22, aumento de 67% frente ao 3T21.