Temporada de balanços

Eneva (ENEV3) lucra 9% a menos no 1º trimestre, para R$ 184,4 milhões

Ebitda ajustado cresceu 10,1%, com ampliação das margens fixas das usinas, contabilização da compra da Focus, entre outros

Por  Equipe InfoMoney

A Eneva (ENEV3) registrou lucro líquido de R$ 184,4 milhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), uma redução de 9% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 10,1% no 1T22, totalizando R$ 491,4 milhões, em função, principalmente, da ampliação das margens fixas das usinas, da contabilização de R$ 122 milhões na Holding devido à compra vantajosa da Focus, e de R$ 21 milhões na Comercializadora decorrente da posição marcada a mercado (MtM) dos contratos futuros de energia.

Já a margem Ebitda ajustada atingiu 64,7% nos três primeiros meses do ano, alta de 17,8 p.p. frente a margem registrada em 1T21.

A receita líquida somou R$ 759 milhões entre janeiro e março deste ano, uma redução de 20,2% na comparação com igual etapa de 2021.

Mais sobre resultados da Eneva (ENEV3)

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 99,4 milhões no primeiro trimestre de 2022, um crescimento de 142,4% em relação a mesma etapa de 2021.

As despesas operacionais somaram R$ 139,8 milhões no 1T22, um crescimento de 40,9% em relação ao mesmo período de 2021.

A Eneva investiu R$ 1,742 bilhão no primeiro trimestre de 2022, uma elevação de 327,6% na comparação com igual etapa de 2021.

A dívida líquida da companhia ficou em R$ 8,6 bilhões no final de março de 2022, um aumento de 61,9% em relação ao mesmo período de 2021.

O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 3,8 vezes em março/22, queda de 0,5 vezes em relação ao mesmo período de 2021.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe