Temporada de balanços

Bradespar (BRAP4) tem queda de 45,7% no lucro no 1º trimestre

Queda de receita operacional reflete redução de capital da participação acionária da Bradespar na Vale de 5,73% para 3,44%

Por  Equipe InfoMoney -

A Bradespar (BRAP4) registrou lucro líquido de R$ 924,1 milhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), um desempenho 45,7% inferior ao registado no mesmo trimestre de 2021.

A receita operacional somou R$ 918,4 milhões entre janeiro e março deste ano, uma redução de 47,1% na comparação com igual etapa de 2021, já refletindo a operação de redução de capital, concluída em 20 de dezembro de 2021, por meio da qual a participação acionária da Bradespar na Vale passou de 5,73% para 3,44% do capital social votante em março de 2022.

A Bradespar explica que a Vale, no mesmo período, reportou Ebitda ajustado de US$ 6,4 bilhões, US$ 2,2 bilhões abaixo do 1º trimestre de 2021, devido ao menor volume de vendas de minério de ferro e pelotas, principalmente, em decorrência da intensa estação chuvosa e desempenho menor do seu Sistema Norte, que foram parcialmente compensados pelos maiores preços realizados e o maior prêmio de qualidade do minério de ferro.

O resultado da equivalência patrimonial foi de R$ 918,423 milhões no primeiro trimestre de 2022, um recuo de 47,1% na comparação anual.

O resultado financeiro líquido foi positivo em R$ 13,8 milhões no primeiro trimestre de 2022, decorrente de aplicações financeiras e de remuneração sobre Impostos a Recuperar. O resultado reflete a continuidade da posição líquida de caixa da companhia, na medida que liquidou todo o endividamento financeiro em exercícios anteriores.

As despesas de pessoal, gerais e administrativas da Bradespar totalizaram, no 1º trimestre de 2022, R$ 5,2 milhões, em linha com o mesmo período do ano anterior.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe