Temporada de balanços

Ambev (ABEV3) tem lucro líquido ajustado de R$ 3,55 bi no 1º trimestre, alta de 28,6% na base anual

A empresa atribui o desempenho ao crescimento do Ebitda e melhores resultados financeiros.

Por  Felipe Moreira -

A Ambev (ABEV3) registrou lucro líquido ajustado de R$ 3,551 bilhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), uma alta de 28,6% na base anual. Já o lucro líquido foi de R$ 3,528 bilhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), o que representa um crescimento de 29,1% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 3,7% no 1T22, totalizando R$ 5,522 bilhões.

A empresa atribui o desempenho ao crescimento do Ebitda e melhores resultados financeiros.

A receita líquida consolidada atingiu R$ 18,44 bilhões, um crescimento reportado de 10,8% e de 18,5% orgânico. A receita líquida por hectolitro ficou em R$ 409, 7% maior no resultado reportado e 14,5% no orgânico.

O volume cresceu liderado por NAB, bebidas não alcoólicas, no Brasil (+16,9%), América Latina Sul (“LAS”) (+2,9%) e Cerveja Brasil (+2,1%). Os volumes da América Central e Caribe (“CAC”) e do Canadá apresentaram queda de 4,7% e 8,4%, respectivamente, o último impactado por uma indústria fraca e base de comparação difícil no 1T21, destacou a companhia.

O resultado financeiro líquido no 1T22 totalizou R$ 596,7 milhões, uma redução de 43,9% sobre as perdas financeiras registradas no 1T21.

O lucro operacional ajustado atingiu a cifra de R$ 4,192 bilhões no primeiro trimestre de 2022, avanço de 3,2% sobre o resultado do primeiro trimestre de 2021.

O lucro bruto totalizou R$ 9,024 milhões nos três primeiros meses de 2022, incremento de 3,8% em relação ao mesmo trimestre de 2021. A margem bruta foi de 48,9% no 1T22, um recuo de 3,4 p.p. na comparação anual.

As despesas gerais e administrativas somaram R$ 5,219 bilhões entre janeiro e março deste ano, uma elevação de 8,5% em relação ao mesmo período de 2021.

O fluxo de caixa das atividades operacionais foi de R$ 519,8 milhões no primeiro trimestre, redução de 81,7% comparado com R$ 2,836 bilhões no1T21, principalmente devido ao timing do pagamento de remuneração variável e de capex.

A Ambev encerrou março de 2022 com caixa líquido de R$ 11,155 bilhões, uma diminuição de 27,6% em relação ao mesmo período de 2021.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe