Rendimentos sobre títulos públicos italianos de 10 anos voltam a superar os 7%

Às 10h25 (horário de Brasília), as taxas italianas encontravam-se em 6,99%, mas chegaram a subir 7,07%

Por  Maria Cecília Ferraz Fontes

 

SÃO PAULO – O rendimento dos títulos públicos de dez anos da Itália voltaram a superar os 7% na manhã desta terça-feira (15), refletindo temores por parte dos mercados quanto a uma piora na crise da dívida do continente.

Mais cedo, a Espanha anunciou a venda de € 3,16 bilhões em um leilão de títulos públicos do governo e levou o rendimento ao valor mais alto deste 1997, ao ficar acima dos 5%.

O Tesouro espanhol vendeu bônus em notas de 12 e 18 meses, pagando juros de 5,022% e 5,159%, respectivamente. Estes valores contrastam com juros substancialmente mais baixos nas emissões anteriores, quando o país pagou 3,608% e 3,801% para colocar dívida a 12 e 18 meses, respectivamente., 

Às 10h25 (horário de Brasília), as taxas italianas encontravam-se em 6,99%, mas chegaram a subir 7,07%, ligeiramente superior aos 6,70% apresentandos no fechamento de segunda-feira (14). 

O nível de 7% é visto como psicologicamente importante, uma vez que se aproximam dos níveis apresentados por Portugal, Irlanda e Grécia à época da discussão sobre seus resgates.

 

Compartilhe