Em mercados / renda-fixa

Poupança bate recorde de captação em setembro, atingindo R$ 5,95 bilhões

No mês foram registrados R$ 93,748 bilhões em depósitos e R$ 87,796 bilhões de retirada; rendimento pago foi de R$ 2,175 bilhões

cofrinho em close - poupança
(Getty Images)

SÃO PAULO – O Banco Central divulgou nesta quinta-feira (4) o relatório "Depósitos de Poupança" de setembro, mostrando que a caderneta de poupança encerrou o mês com captação líquida de R$ 5,951 bilhões. Esse montante representa o melhor mês de setembro desde a série histórica do BC. O resultado provém de R$ 93,748 bilhões em depósitos e R$ 87,796 bilhões em retiradas.

Em 13 dos 19 dias úteis do referido mês a captação líquida foi positiva, sendo que o maior valor em um dia foi no último dia útil de setembro, com saldo positivo de R$ 2,109 bilhões. Entre as demais sessões de destaque estão os dias 5 e 6, quando houve entrada líquida de R$ 1,451 bilhões e R$ 2,076 bilhão, respectivamente.

Os maiores depósitos ocorreram nos dias 3 e 6 de setembro, com entradas de R$ 8,002 bilhões e R$ 7,650 bilhões, respectivamente. Já entre os maiores resgates, o destaque ficou para os dias 10, com saque de R$ 8,460 bilhões, e 3, quando foram sacados R$ 7,682 bilhões. 

O rendimento pago aos correntistas foi de R$ 2,175 bilhões em setembro, contra os R$ 2,195 bilhões no mês anterior.

 

Contato