Crise grega

Reino Unido alerta para que não se subestime os riscos relacionados à Grécia

Osborne disse que a crise grega é "um dos maiores riscos econômicos externos para a economia britânica e a situação hoje demonstra que esses riscos permanecem"

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

O ministro de Finanças e chanceler do Reino Unido, George Osborne, alertou que a saída da Grécia da zona do euro poderia ser “traumática” e o Reino Unido deveria “esperar pelo melhor, mas estar preparado para o pior”.

O Reino Unido não faz parte da zona do euro, mas Osborne disse que a crise grega é “um dos maiores riscos econômicos externos para a economia britânica e a situação hoje demonstra que esses riscos permanecem”.

“Não acho que se deva subestimar o impacto que a saída da Grécia teria sobre a economia europeia e o choque nos afetaria”, afirmou a parlamentares.

Aprenda a investir na bolsa

Ele disse que se encontrou hoje com o primeiro-ministro britânico, David Cameron, com o secretário de Relações Exteriores, Philip Hammond, e o presidente do Banco da Inglaterra, Mark Carney, para coordenar uma resposta do país à crise.

Osborne ainda acrescentou que os britânicos que vivem na Grécia e recebem pensão do Reino Unido continuarão tendo seus pagamentos feitos. Os clientes do Alpha Bank no Reino Unido terão seus depósitos cobertos pelo programa britânico de compensação financeira.