Novas regras

Regulador de criptomoedas de Nova York publica orientação formal sobre stablecoins

NYDFS estabeleceu requisitos rigorosos para emissores de moedas digitais estáveis em um esforço para proteger os consumidores e as instituições financeiras

Por  CoinDesk -

As stablecoins negociadas no estado de Nova York, nos Estados Unidos, devem ser totalmente lastreadas por determinados ativos, que precisam ficar segregados dos fundos operacionais dos emissores e devem ser atestados por um auditor regularmente.

Essas orientações foram publicadas nesta quarta-feira (8) pelo Departamento de Serviços Financeiros de Nova York (NYDFS), o regulador bancário e financeiro do estado.

O órgão, que supervisiona empresas de criptomoedas regulamentadas na região, listou em sua primeira orientação específica para stablecoins uma série de requisitos que qualquer emissor que opera na região deve cumprir.

A ideia por trás da instrução é formalizar a proteção ao consumidor e a solidez institucional, disse Adrienne Harris, superintendente do NYDFS, ao CoinDesk.

“Com essa orientação, na qual estamos trabalhando desde o mês passado, nosso objetivo é realizar algumas coisas no mercado de stablecoin, levando a segurança e a solidez das instituições, a estabilidade do mercado e a proteção ao consumidor”, disse ela.

Para as stablecoins, isso inclui garantir liquidez para resgates, disse ela.

De acordo com a orientação do NYDFS, as stablecoins, que têm seus valores atrelados ao dólar americano ou a outros ativos, devem ser lastreadas por uma reserva composta por letras do Tesouro dos EUA com vencimento não superior a três meses, notas do Tesouro do país, alguns tipos de títulos do Tesouro ou acordos de recompra reversos que são garantidos por letras do Tesouro.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe