Randon retoma o posto de small cap mais recomendada em dezembro

RAPT4 recebeu sete indicações nesse mês; Gafisa, BR Malls, Cia Hering, EzTec e Localiza também aparecem entre as mais citadas

Thiago Salomão

Publicidade

SÃO PAULO – Com sete indicações, as ações preferenciais da Randon (RAPT4) foram as small caps mais citadas pelos analistas entre as 29 carteiras recomendadas de bancos e corretoras para dezembro publicadas pela InfoMoney, retomando a liderança perdida no mês anterior, quando ela terminou na segunda posição com cinco indicações.

Tendo como base os papéis que compõem o SMLL (índice de small caps da BM&F Bovespa), a segunda posição ficou com as ações da Gafisa (GFSA3), que foram lembradas em seis carteiras. Na terceira posição, quatro papéis dividem o posto com quatro indicações cada: BR Malls (BRML3), EzTec (EZTC3), Localiza (RENT3) e Cia Hering (HGTX3), sendo que esta última havia sido a líder de recomendações em novembro.

Além destas seis, outras 22 small caps foram citadas pelos analistas no período. Cabe mencionar que, segundo a BM&F Bovespa, “as empresas que, em conjunto, representarem 85% do valor de mercado total da bolsa são elegíveis para participarem do índice MLCX (mid large caps). As demais empresas que não estiverem incluídas nesse universo são elegíveis para participarem do índice SMLL (small caps). Não estão incluídas nesse universo empresas emissoras de BDRs (Brazilian Depositary Receipts) e empresas em recuperação judicial ou falência”.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Ao todo, 29 carteiras de bancos e corretoras foram utilizadas para este levantamento. Os portfólios selecionados foram: Ágora, Ativa, Banif, BB Investimentos, Bradesco Corretora, Brascan, BTG Pactual, Citi, Coin, Fator, HSBC, Itaú, Link Investimentos, Magliano (2 carteiras), Omar Camargo (2 carteiras), PAX, Planner, Safra, SLW (3 carteiras), Socopa, Souza Barros, Spinelli, TOV, Win e XP.

Entre todas as carteiras publicadas pela InfoMoney em dezembro, nesta compilação apenas não foram considerados os portfólios com sugestões de ações que tenham perspectiva de pagamento de dividendos.

Randon
Após uma diminuição no ritmo, os analistas acreditam que a demanda de brasileira por autopeças voltou a dar sinais de aquecimento nessa reta final de 2010. “As empresas que atuam como fornecedoras dos segmentos ferroviários e rodoviários continuam observando uma recuperação expressiva nos últimos meses, o que acreditamos que possa se acentuar no final deste ano”, disse a equipe da SLW em seu relatório mensal.

Continua depois da publicidade

O time de análise da Ativa Corretora também se mostra otimista com o desempenho do setor de atuação da Randon. “No atual cenário, acreditamos que as perspectivas são extremamente positivas para a indústria automobilística nacional, atrelada à necessidade de expansão e modernização da frota de caminhões, por conta do transporte de carga necessário para obras de infraestrutura, investimento em construção civil e para colheitas da safra agrícola”, afirma.

A SLW destaca ainda que deverá ser vista uma boa dose de investimento no País durante os próximos anos, e que a Randon deverá ser uma das grandes favorecidas nesse cenário, tendo em vista a forte correlação entre o crescimento da empresa e o desenvolvimento econômico nacional. Ademais, a idade média da frota de caminhões do Brasil, atualmente em 17 anos, é considerada fora dos parâmetros internacionais de segurança e utilização, o que pode resultar em mais encomendas.

Há também os incentivos governamentais, que ainda deverão ter um efeito positivo sobre os resultados da companhia. Um deles é o estímulo das linhas de financiamento do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), que foi postegado primeiramente de junho para dezembro deste ano, e teve mais uma vez seu fim adiado para março de 2011. Há também a isenção do IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) para caminhões, que vigorará até o final deste ano.

A corretora Ativa destaca ainda os fortes resultados de vendas em outubro da Randon, o que sustenta ainda mais a expectativa de bons números no final deste ano. “Como principal player do setor produtor de implementos rodoviários e autopeças para veículos pesados, consideramos Randon um veículo interessante de exposição para o setor”.

Por fim, a corretora ressalta que a performance dos papéis da companhia em novembro – queda de 4,9%, contra variação negativa de 3,8% do Ibovespa – é injustificável, o que leva a reforçar ainda mais a recomendação de compra para os ativos RAPT4.

Outras recomendações
Também foram mencionadas nas carteiras de dezembro as seguintes small caps: Minerva (BEEF3), Bic Banco (BICB4), Banco PanAmericano (BPNM4), Brookfield (BISA3), BR Foods (BRFS3), Cetip (CTIP4), Confab (CNFB4), Energias Brasil (ENBR3), Eternit (ETER3), Fertilizantes Heringer (FHER3), Klabin (KLBN4), Light (LIGT3), Lupatech (LUPA3), MPX (MPXE3), Marfrig (MRFG3), Iochpe Maxion (MYPK3), OHL Brasil (OHLB3), Marcopolo (POMO4), Positivo (POSI3), SulAmérica (SULA11), Tereos (TERI3), Unipar (UNIP6).

Thiago Salomão

Idealizador e apresentador do canal Stock Pickers