Radar: comece o pregão sabendo as novidades do cenário corporativo

Na espera por Livro Bege e Copom, resultados continuam em foco, com números trimestrais da ALL, Contax e Positivo

Por  Fernando Ladeira

SÃO PAULO – Em dia de decisão do Copom e agenda de peso nos EUA, os mercados dão sinais, ao menos pela manhã, de que a quarta-feira (2) pode ser de extensão das perdas acentuadas da véspera. O resultado melhor do que o esperado do ADP Employment, mostrando um maior número de criação de vagas de emprego no setor privado norte-americano em fevereiro, minimiza as pressões sobre o preço do petróleo, que volta a subir em Londres e Nova York.

Não só a decisão do Copom (Comitê de Política Monetária) – com a maior parte do mercado apostando em uma alta de 0,5 ponto percentual da Selic, para 11,75% ao ano -, que será conhecida somente após o fechamento dos mercados, carrega grande expectativa. O mercado aguarda ansioso pela publicação do Livro Bege do Federal Reserve, que ganha atenção especial após as falas de Bernnanke na última terça-feira, demonstrando desconforto com a disparada do petróleo e os impactos que pode trazer para a dinâmica de preços.

Gerdau
A Gerdau (GGBR4) anunciou há pouco que realizará investimento de R$ 2,47 bilhões para a duplicação da Cosígua, sua fábrica de aços longos situada no distrito Industrial de Santa Cruz. A capacidade de produção de aço atingirá 1,8 milhão de toneladas por ano. Nos planos anunciados também está a instalação de um novo laminador de fio-máquina e vergalhões, com capacidade instalada de 1,1 milhão de tonelada por ano, que serão implantados em duas etapas, com previsão para ocorrer entre 2011 e 2013 e entre 2014 e 2016.

Petrobras
A Petrobras (PETR3, PETR4) comunicou na última sessão a incorporação da subsidiária integral CMB (Companhia Mexilhão do Brasil), companhia que foi criada com o intuito de captar recursos para a construção de uma plataforma de produção de gás natural no campo do Mexilhão.

Além disso, a petrolífera realizou outros dois anúncios: um acordo para a criação da Logum Logística, companhia responsável pela implantação de um abrangente sistema logístico multimodal para transporte e armazenagem de etanol, e a conclusão da perfuração do poço Iara Horst, no pré-sal da Bacia de Santos, cujo resultado confirmou a boa qualidade do óleo no reservatório (28º API) e “reforçou o potencial de óleo leve e gás natural recuperável daquela jazida”.

Cosan
Enquanto isso, a Cosan (CSAN4) informou nesta quarta-feira que os ganhos de sinergia da joint-venture com a Shell – que resultou na criação da Raízen – será de R$ 3,4 bilhões em um prazo de dois anos. Os diretores da nova companhia também ressaltaram que os ganhos da união poderão continuar a acontecer mesmo após esse período.

ALL
A ALL (ALLL3) divulgou nesta manhã que passou de um prejuízo líquido de R$ 55,0 milhões no quarto trimestre de 2009 para um lucro líquido de R$ 8,5 milhões no mesmo período de 2010, ano no qual o lucro líquido avançou 591% sobre o período anterior. Ademais, a receita líquida e o Ebitda (geração operacional de caixa) da companhia registraram alta de 28,2% e de 88,6% nos três últimos meses do ano passado, na comparação anual.

Contax
Por outro lado, o lucro líquido da Contax (CTAX4) mostrou queda de 37,6% na passagem do quarto trimestre de 2009 para o mesmo período de 2010, enquanto o Ebitda teve resultado 32,2% menor na mesma base de comparação. Além disso, a companhia anunciou um pagamento de dividendos na ordem de R$ 100 milhões, equivalente a R$ 1,68 por ação ordinária e preferencial.

Positivo e LogIn
Na divulgação do resultado trimestral, a Positivo (POSI3) revelou uma queda de 74,4% do lucro líquido acumulado no período entre outubro e dezembro de 2010, quando comparado aos mesmos meses de 2009.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já a LogIn (LOGN3) registrou um crescimento de 228,4% do Ebitda em 2010, e passou de um prejuízo de R$ 4 milhões em 2009 para lucro líquido de R$ 18,3 milhões no ano passado.

IPO
O noticiário sobre as ofertas públicas de ações traz a CAB Ambiental, já que este será o último pregão no qual os investidores poderão realizar os pedidos de reserva para participar do IPO (Initial Public Offer) da empresa.

A companhia realizará uma emissão primária de ações e pretende captar até R$ 135,37 milhões. Vale lembrar que ainda nesta quarta-feira será divulgado o preço por ação.

Outros resultados
Seguindo na temporada de resultados, após o encerramento das negociações serão anunciados os números trimestrais da Rodobens (RDNI3), Lupatech (LUPA3), Profarma (PFRM3), Banco Sofisa (SFSA4) e Energias do Brasil (ENBR3).

Compartilhe