Criptoativos

Quem inventou o Bitcoin? Cofundador do PayPal tem teoria sobre identidade de Satoshi Nakamoto

Conhecido apenas por pseudônimo, inventor da criptomoeda sumiu há 10 anos e não deixou vestígios

SÃO PAULO – A poucos dias dos 13 anos da publicação do trabalho que deu origem ao Bitcoin (BTC), realizada em 31 de outubro de 2008, o investidor bilionário Peter Thiel disse ter uma teoria sobre a identidade secreta do misterioso inventor da moeda digital.

Para o cofundador do PayPal, a pessoa (ou grupo de pessoas) conhecida apenas pelo pseudônimo de Satoshi Nakamoto teria participado de uma reunião em uma praia na ilha caribenha de Anguilla em fevereiro de 2000.

A praia foi local de encontro dos fundadores da E-Gold, uma iniciativa que surgiu em 1996 e que pretendia criar uma moeda digital, mas que chegou ao fim em 2007 após os envolvidos serem indiciados pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Na reunião há 21 anos, Thiel disse ter participado de discussões para integrar o dinheiro digital ao PayPal com o objetivo de “acabar com todos os bancos centrais”.

“Meu tipo de teoria sobre a identidade de Satoshi era que Satoshi estava naquela praia em Anguilla”, contou o investidor durante uma conferência em Miami.

Ele acredita que Nakamoto seria uma das cerca de 200 pessoas que se encontraram na praia no ano 2000. Ele teria aprendido com os erros do E-Gold de modo que, mais tarde, soubesse dos perigos de se envolver publicamente no desenvolvimento de uma tecnologia que teria o propósito de acabar com moedas nacionais.

“Bitcoin era a resposta para o E-Gold, e Satoshi aprendeu que era preciso ser anônimo e não ter uma empresa”, disse Thiel, que confessou não saber exatamente quem seria o inventor do Bitcoin. “Se soubéssemos quem é, o governo o prenderia”, completou.

Coincidentemente, a declaração de Thiel vem logo após o principal mantenedor da comunidade de desenvolvimento do projeto de código aberto Bitcoin Core anunciar sua saída.

Na sexta-feira (22), o desenvolvedor Jonas Schnelli, decidiu deixar a posição após oito anos de contribuições. Ele citou a importância de se manter sob anonimato para evitar problemas com autoridades.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Sinto que os riscos legais para os desenvolvedores de Bitcoin estão aumentando a cada ano (o que pode ser estressante). Novos contribuidores devem se associar anonimamente (é complicado)”, disse.

A identidade de Satoshi Nakamoto é o maior mistério em torno do Bitcoin, uma invenção que inaugurou a indústria das moedas digitais e que opera sob a filosofia open source, ou seja, pode ser amplamente auditada por qualquer pessoa.

O paper do Bitcoin foi publicado em um fórum online em 31 de outubro de 2008, pouco depois da falência do banco de investimento Lehman Brothers, que deu início à maior crise econômica global desde 1929.

Na tarde de 3 de janeiro de 2009, a primeira versão do software do Bitcoin foi ao ar e, em abril de 2011, Nakamoto deixou sua última mensagem na Internet e sumiu para sempre.

Uma das poucas coisas que se sabe sobre Nakamoto é o endereço de sua carteira pessoal, com contém 1 milhão de bitcoins. Pelos preços atuais, o criador da tecnologia é dono de uma fortuna de mais de US$ 60 bilhões – 15 vezes maior do que a de Peter Thiel.

Até onde vai o Bitcoin? Especialista da Levante dá aula gratuita sobre o futuro da criptomoeda. Clique aqui para assistir