Queda nas projeções de empresas de tecnologia pode influenciar negativamente bolsas norte-americanas

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas norte-americanas devem abrir em ligeira baixa nessa terça-feira, pressionadas pela indefinição no resultado das eleições presidências e pelos profit warnings de empresas de tecnologia. A Suprema Corte dos EUA deve se pronunciar hoje sobre a recontagem de votos na Flórida, mas investidores enxergam a situação com ceticismo devido às constantes apelações por parte dos candidatos. Após o pregão de ontem, a fabricante de chips AMD baixou suas expectativas de resultado para quarto trimestre do ano, seguindo os passos de sua concorrente Intel e da fabricante de computadores Gateway. Além da AMD, as fabricantes de semicondutores Microship Technology, Anadigics e Dallas Semiconductor também disseram ontem que esperam resultados mais modestos no último trimestre do ano.

O indicador de Pre-market do índice Nasdaq 100 caia 16,3 pontos às 8h50 de Nova York, representando modesta queda de 0,55%. O desempenho do indicador, que é calculado pela Nasdaq utilizando-se das cotações no pre-market das 100 ações componentes do índice, indica tendência de alta na abertura do pregão.

Dentre as ações mais negociadas no Pré-market, os destaques de baixa ficavam com a empresa de comunicação Covad (-2,04%) e 3Com (-0,94%), além das gigantes Intel (-2,00%) e Dell (-0,74%). Por outro lado, a principal alta era a empresa de infra-estrutura para internet PSINet (+22,86%), que anunciou um novo contrato com a provedora de serviços de comércio eletrônico ADS. Outras altas ficavam por conta da agência de propaganda na internet Double Click (+8,90%) e da Sun (4,41%), que recuperava parte das perdas de ontem.

O Pre-Market funciona entre 8h00 e 9h30 de Nova York, e junto com o After Hours (que funciona entre 16h00 e 18h30) são os primeiros mercados a capturar a reação dos investidores a anúncios feitos pelas empresas após o fechamento regular da Nasdaq.

Compartilhe